Lagarde negocia acordo que garante apoio a pacote de medidas para combate à pandemia

LinkedIn

A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, negociou um acordo difícil nesta semana para garantir o apoio a um novo pacote de medidas de combate à pandemia, mas sua batalha para convencer os céticos entre colegas e investidores apenas começou.

O BCE divulgou planos para comprar mais meio trilhão de euros em títulos e dar aos bancos subsídios ainda maiores para manter o fluxo de crédito, em uma tentativa de apoiar a economia da zona do euro até o esperado fim da pandemia de coronavírus.

O pacote, que visa manter os custos dos empréstimos baixos para governos, famílias e empresas, deixa o BCE mais perto do que nunca de níveis específicos de rendimentos e spreads de títulos, sem anunciá-lo abertamente.

Mas conversas com cinco fontes no Conselho do BCE, ou próximas a ele, sugerem que a reunião de 9 a 10 de dezembro foi tensa e que as divergências sobre a nova rodada de compras de títulos começaram antes mesmo do encontro.

O BCE iniciou as discussões na semana passada com um valor de 750 bilhões de euros para compras de títulos, mas reduziu o pacote para 500 bilhões de euros antes da reunião, após receber resistência.

Ainda assim, a proposta reduzida do economista-chefe, Philip Lane, quase encalhou na reunião, pois as autoridades discordaram em relação às perspectivas econômicas, o tamanho das compras de títulos e os termos dos empréstimos subsidiados aos bancos.

Lagarde interveio para orquestrar um acordo sobre as ferramentas de política monetária, oferecendo concessões aos dissidentes em vez de marginalizá-los, o que seu predecessor, Mario Draghi, já chegou a fazer, disseram as fontes.

Em um caso, Lagarde ajudou a conquistar os dissidentes enfatizando que o envelope de 500 bilhões de euros não precisaria ser gasto integralmente se as condições de financiamento continuassem flexíveis.

Isso tranquilizou os membros do Conselho que queriam compras menores de dívida, uma vez que os rendimentos dos títulos já estão definhando em mínimas recordes, os spreads estão baixos e os papéis do governo estão difíceis de encontrar em alguns países menores.

Lagarde também disse que o pacote pode ser aumentado. Mas isso exigiria uma nova decisão do Conselho, tornando o obstáculo implicitamente mais alto.

Deixe um comentário