Federal Reserve eleva ligeiramente suas perspectivas econômicas

LinkedIn

O Federal Reserve aumentou ligeiramente suas expectativas econômicas para o final deste ano, bem como para 2021, de acordo com o Resumo das Projeções Econômicas do banco central divulgado na quarta-feira (16).

O banco central agora espera que o produto interno bruto real caia apenas 2,4% em 2020, em comparação com uma queda de 3,7% prevista em setembro. O Fed também aumentou sua previsão de PIB real para 2021 para 4,2%, de 4,0% esperado anteriormente.

O Fed, liderado por Jerome Powell, estima que a taxa de desemprego cairá para 6,7% este ano, ainda mais abaixo dos 7,6% previstos anteriormente. A taxa de desemprego deve cair para 5,0% em 2021, ante estimativa anterior do banco central de 5,5%.

O Comitê Federal de Mercado Aberto disse em seu comunicado na quarta-feira que continuaria a comprar pelo menos US$ 120 bilhões em títulos a cada mês “até que um progresso substancial seja feito em direção às metas de estabilidade de preços e emprego máximo do Comitê”.

O Fed manteve suas estimativas de inflação para 2020 inalteradas em 1,2%. O FOMC prevê agora a inflação do PCE em 1,8% no próximo ano, ligeiramente acima de sua estimativa anterior de 1,7%.

O núcleo da inflação PCE deve chegar a 1,4% este ano, ligeiramente abaixo da projeção de setembro de 1,4%. No próximo ano, o núcleo da inflação do PCE deve atingir 1,8%, ante projeção de setembro de 1,7%.

O Fed decidiu manter as taxas de juros inalteradas em sua reunião de dezembro, depois de reduzi-las a quase zero em uma reunião de emergência em março devido à rápida disseminação do coronavírus.

Imagem: Greg Nash/Pool via AP

 

Deixe um comentário