Vale a pena ver de novo, mas de um jeito diferente: MTRE3, LWSA3, MDNE3, PRNR3 e ALPK3

LinkedIn

Que 2020 foi um ano atípico todo mundo sabe. Mas não, não estamos nos referindo neste momento à pandemia que alastrou e isolou todas as populações mundiais, estamos falando sobre lançamentos de empresas na nossa bolsa de valores brasileira.

O último boom de IPOs (sigla para Oferta Pública Inicial de Ações, em português) já registrado foi em 2007, quando nada menos do que 64 companhias abriram capital e, considerando as ofertas secundárias, houve um total de 76 lançamentos. Já em 2020, até o último resultado divulgado pela B3 em dezembro, foram 25 IPOs e 23 follow-ons.

Boom de IPOs em 2020: Paulo Portinho, analista da CVM e autor de diversos livros, fala sobre as novatas em entrevista exclusiva para a ADVFN.

***

O que é oferta secundária e follow-on?

Quando uma empresa deseja entrar para a bolsa de valores, ela precisa realizar o que se chama de IPO, ou seja, uma Oferta Pública “Inicial” de Ações. Justamente é “inicial” porque marca o começo dela no mercado. Entretanto, quando a companhia já está dentro da bolsa, mas deseja captar ainda mais recursos, ela não pode fazer uma nova IPO, e sim realizar uma Oferta Secundária de Ações, ou também chamado de follow-on, ou ainda de Oferta Subsequente de Ações.

***

Com tantas companhias entrando, vale pensar: quais foram as pioneiras neste ano? E, o melhor, como será que estão as ações dessas empresas após mais de 6 meses marcando presença diária nesse mercado em que tem investidores que compram de cestinhas, enquanto outros é de carrinho cheio? Vamos analisar as estreantes do primeiro semestre de 2020 e ver como elas estão agora, no encerramento do ano.

Antes disso, vale fazer um panorama da nossa bolsa nos primeiros seis meses deste ano. O primeiro e segundo meses foram marcados por notícias externas de que lá na China havia se espalhado um vírus com capacidade mortal, mas, apesar de quase tudo por aqui ser Made in China, e a julgar pela demora de entrega das compras on-line que fazemos daquele país, pouca coisa mudou nos primeiros dois meses do ano, com o Ibovespa variando pouco. Foi justamente em fevereiro que tivemos as primeiras IPOs do ano, representadas por Mitre Realty (MTRE3), Locaweb (LWSA3), Moura Dubeux (MDNE3) e Priner (PRNR3).

Em março, porém, o alerta amarelo apareceu. No cenário internacional, os países já começaram a fazer lockdowns, home office e quarentena. O Ibovespa acompanhou a tendência e marcou queda de 45%. Até maio, nenhuma outra empresa realizou IPO, ainda com as incertezas pairando pelo mercado e os investidores agitados sobre as medidas governamentais do período, em se tratando de estímulos econômicos e planos de contenção da contaminação pelo coronavírus. Entretanto, foi nesse plano de fundo que entrou na bolsa a Estapar (ALPK3).

De lá para cá, aquilo que estava incerto continua nebuloso, porém com uma luz no fim do túnel: os programas de vacinação pelo mundo começaram – porém, até o fim de dezembro de 2020 nada ainda é confirmado para o Brasil – e os países passam agora a fazer suas projeções de crescimento de PIB e taxas de juros para 2021, saindo de um pessimismo total para uma perspectiva mais neutra. Em meio a tudo isso é que vamos acompanhar o desempenho das ações das primeiras novatas da bolsa em 2020:

Mitre Realty (MTRE3)

No dia 5 de fevereiro tocava a campainha na B3 a incorporadora e construtora Mitre, uma empresa com mais de 50 anos de história, focada em empreendimentos de médio e alto padrão em São Paulo. As ações da companhia foram precificadas em R$ 19,30 e somaram um volume total de R$ 1.052 bilhão. Com a oferta, mais de 7.700 investidores passam a ser sócios da empresa, divididos da seguinte maneira:

  • Varejo: 10%
  • Institucional: 43%
  • Estrangeiros: 45%
  • Outros: 2%

Esses “outros” referem-se, normalmente, a clubes de investimentos, investidores pessoa jurídica, instituições financeiras. Como visto, os fundos de investimento e os investidores estrangeiros levaram a maior parte da fatia de ações.

> Evolução de R$ 10 mil investidos em MTRE3: se você tivesse comprado essa ação lá em fevereiro, seus R$ 10 mil, um mês depois, teriam se tornado R$ 7.147,50. Em junho, você até teria chego bem perto do investimento inicial: R$ 7.900,00. Em dezembro de 2020, o valor não passa de R$ 9.785,00. Para 2021, A Mitre projetou de R$ 1,5 bilhão a R$ 2 bilhões de VGV (Valor Geral de Vendas) em lançamentos para 2021, mas, segundo ela, “Tais projeções poderão ser revisadas caso haja mudanças significativas no desempenho operacional-financeiro da companhia, decisões estratégicas de negócio ou no cenário econômico brasileiro”.

Mitre projeta lançamentos para 2021 no valor de R$ 1,5 bilhão a R$ 2 bilhões

Veja como ficou o gráfico do desempenho desse papel desde sua estreia:

  • Preço de estreia: R$ 19,30. Preço atual: R$ 14,55 (21 dez. 2020).
  • No acumulado de 2020: a ação apresenta uma desvalorização de 27,82%.

Capturar2

Última cotação de 21/12/2020.

Veja mais sobre essa empresa. 

Locaweb (LWSA3)

A empresa de tecnologia fundada em 1997 chegou à bolsa um dia depois da Mitre, tornando-se a segunda companhia a realizar IPO no ano de 2020. As ações foram precificadas em R$ 17,25 e movimentaram um volume total de R$ 1,32 bilhão. Apesar de não ter sido a primeira, no ano a companhia é uma das que ficaram no topo quanto à valorização dos papéis, que chegaram a subir mais de 280% desde fevereiro até novembro de 2020. Na IPO, quem correu garantir as ações foram:

  • Varejo: 10%
  • Institucional: 33%
  • Estrangeiros: 55%
  • Outros: 2%

Desde o lançamento, a companhia realizou diversas aquisições, o que já estava previsto ainda antes da estreia, mas que foi ainda mais reforçado no dia da abertura, com o discurso dos fundadores, entre eles Gilberto Mautner: “Conforme previsto nos documentos da oferta, já endereçamos o uso dos recursos obtidos por meio do IPO. A maior parte deles será utilizada para realizar mais aquisições transformacionais, usando a experiência já previamente adquirida com M&A e integração nos últimos 7 anos”.

Locaweb adquire 100% do capital social da empresa de Tecnologia e Marketing Vindi

Conselho da Locaweb aprova proposta para compra da Vendi Tecnologia por R$ 180 milhões

Locaweb anuncia aquisição da Etus por 18,95 milhões

Locaweb informa compra da Social Miner por R$ 22,2 milhões

Evolução de R$ 100 mil investidos em LWSA3: dessa vez, vamos focar nos proventos da companhia, já que sabemos que a valorização das ações em si teve desempenho excepcional. Investindo R$ 100 mil na companhia, o provento anual previsto é de R$ 180 (ou cerca de R$ 15 por mês). Além de o investidor lucrar com os papéis, os proventos também são uma parcela a ser considerada quando se fala em Locaweb, mesmo eles estando dentro da média do mercado.

Veja como ficou o gráfico do desempenho desse papel desde sua estreia:

  • Preço de estreia: R$ 17,25. Preço atual: R$ 74,63 (21 dez. 2020).
  • No acumulado de 2020: a ação apresenta uma valorização de 269,56%.

Capturar3

Última cotação de 21/12/2020.

Veja mais sobre essa empresa. 

Moura Dubeux (MDNE3)

Se você acompanha de perto as companhias que se lançam de cabeça na B3, já deve saber que a Moura Dubeux não vai entrar para os cases de sucesso no seu ano de estreia. Até o fim de novembro, de todas as empresas que entraram na bolsa, a incorporadora fundada em 1983 tinha o pior desempenho, com os papéis caindo quase 40%. Apesar disso, bancos como Credit Suisse e Itaú BBA vêm projetando um desempenho outperform para as ações da companhia – chegando a R$ 18, um valor cerca de 60% superior ao registrado em 14 de dezembro (quando a ação estava em R$ 11,16).

Para se ter uma ideia, a ação não está nem perto do valor em que foi precificada no lançamento – R$ 19,00 –, que ocorreu no dia 13 de fevereiro deste ano. Na ocasião, o volume total captado foi de R$ 1,104 bilhão, contando com a presença de:

  • Varejo: 10%
  • Institucional: 59%
  • Estrangeiros: 31%

Apesar disso, as boas perspectivas seguem com a previsão de novos lançamentos no Nordeste brasileiro em 2021 e 2022, que devem alcançar a faixa de lucro de R$ 1,4 bilhão e R$ 1,5 bilhão, respectivamente.

Veja como ficou o gráfico do desempenho desse papel desde sua estreia:

  • Preço de estreia: R$ 19,00. Preço atual: R$ 11,11 (21 dez. 2020).
  • No acumulado de 2020: a ação apresenta uma desvalorização de 37,33%.

Capturar4

Última cotação de 21/12/2020.

Veja mais sobre essa empresa. 

Priner (PRNR3)

Toda empresa que entra para a B3, além de ganhar o espaço de negociação do seu capital, ganha também um texto feito pela própria bolsa para divulgar a companhia. Em se tratando da Priner, a B3 revelou: “Fundada em 1982 e atualmente com uma equipe de 3.000 colaboradores, a Priner é especializada e líder de mercado em soluções de acesso, pintura industrial, tratamento de superfície, isolamento térmico e habitáculo pressurizado para áreas offshore e industriais. O volume total da oferta totalizou cerca de R$ 200 milhões, o menor volume captado em um IPO na B3 desde 2013”.

Desse jeito não dá para entender bem o que a empresa faz, mas vamos clarear isso: a Priner presta serviços para a área petroquímica, de papel e celulose, siderúrgica, naval, de mineração, infraestrutura e outras. Possui clientes como Petrobras (PETR3 e PETR4), Vale (VALE3), Fibria (FIBR3) etc. Quem entrou nessa mini-IPO foram:

  • Varejo: 38%
  • Institucional: 57%
  • Estrangeiros: 3%
  • Outros: 3%

Houve uma participação expressiva de pessoas físicas, a julgar pelas outras empresas que vieram antes da Priner estreando no mercado. Afinal, com R$ 10 pila já dava para ser sócio da companhia em seu lançamento feito no dia 17 de fevereiro. Os grandes compradores foram os fundos de investimentos, mas logo tivemos desistências:

Athena Capital Gestão reduziu sua participação na Priner 

Porém voltaram atrás…

Fundos de investimentos geridos pela Athena voltam a deter mais de 5% da Priner

E então saíram de novo…

Athena Capital Gestão reduziu novamente sua participação na Priner

Enquanto 2021 não vem, vamos ver como ficou o gráfico do desempenho desse papel desde sua estreia:

  • Preço de estreia: R$ 10,00. Preço atual: R$ 8,95 (21 dez. 2020).
  • No acumulado de 2020: a ação apresenta uma desvalorização de 33,51%.

Capturar5

Última cotação de 21/12/2020.

Veja mais sobre essa empresa. 

Estapar (ALPK3)

Diferentemente das outras companhias mencionadas até aqui, a entrada da Estapar não teve aglomeração dos representantes para tocar a campainha que anuncia o início da IPO nem chuva de papel colorido sobre todos para fazer aquela foto clássica de começo na bolsa: pelo contrário, foi tudo feito on-line, em formato de live.

Em 15 de maio, quando a operadora de estacionamentos entrou para a B3, o isolamento social já estava instaurado. As ações da Estapar estacionaram em R$ 10,50 na precificação inicial, valor considerado o piso da faixa indicativa, que era de até R$ 13. Com a IPO, a companhia levantou R$ 300, 3 milhões, porém já no primeiro dia de estreia as ações caíam mais de 18%. Quem entrou nessa:

  • Varejo: 10%
  • Institucional: 44%
  • Estrangeiros: 6%
  • Outros: 40%

A intenção da companhia era, com a captação feita no mercado acionário, pagar concessões onerosas do serviço de estacionamento rotativo (“zona azul”) em São Paulo. Entretanto, a ideia veio em não tão boa hora, uma vez que, com a pandemia, ninguém mais estava saindo de casa para poder usar estacionamentos.

Até o terceiro trimestre deste ano, a empresa ainda mostrava prejuízo financeiro, como reflexo da falta de público para atender, em virtude da pandemia.

Estapar (ALPK3) 3T20: prejuízo líquido é de R$ 73 milhões

Veja como ficou o gráfico do desempenho desse papel desde sua estreia:

  • Preço de estreia: R$ 10,50. Preço atual: R$ 9,15.
  • No acumulado de 2020: a ação apresenta uma valorização de 2,66%.

Capturar6

Última cotação de 21/12/2020.

Veja mais sobre essa empresa. 

E aí, gostou de conhecer essas informações sobre as estreantes da nossa bolsa de valores no ano que vai marcar a história também da bolsa de valores? Comenta aqui e compartilhe com seus amigos. Aproveite e veja muito mais sobre cada uma dessas empresas no site da ADVFN. Além de poder acompanhar em tempo real todas elas, ainda há gráficos, notícias e uma análise profunda de cada uma delas!

Deixe um comentário