Vale reduz prazo para pagamento de pequenos fornecedores em mais de 60%

LinkedIn

A Vale vai reduzir o prazo para pagamento de seus pequenos fornecedores locais, que passará para 20 dias após o recebimento de nota fiscal. É uma redução de mais de 60% no prazo, calcula a Vale, que projeta que mais de 700 empresas serão beneficiadas nos seis Estados onde atua: Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará e Rio de Janeiro.

O anuncio foi feito nesta terça-feira pela mineradora (BOV:VALE3).

A medida será aplicada tanto a contratos vigentes quanto a novos, com o objetivo de impactar positivamente a saúde financeira dos fornecedores.

Em março, durante a eclosão da pandemia de covid-19 no Brasil, a Vale já havia adotado medidas de suporte aos fornecedores, como a antecipação de pagamentos a cerca de 3 mil pequenas e médias empresas.

Em agosto a empresa lançou o Programa Partilhar, que busca fomentar o desenvolvimento social das comunidades em parceria com sua cadeia de suprimentos. A mineradora afirma que está priorizando em seus processos de contratação os fornecedores com maior contribuição socioeconômica para cada região e oferecendo um cardápio de incentivos voltado para a capacitação e aumento da competitividade dessas empresas.

Lucro líquido de US$ 2,9 bilhões, alta de 75% no 3T20

Vale fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de US$ 2,908 bilhões, uma alta de 75,8% na comparação com o ganho de US$ 1,654 bilhão em igual período do ano passado.

A receita líquida da mineradora ficou em US$ 10,762 bilhões entre julho e setembro, um crescimento de 5,33% frente aos US$ 10,217 bilhões do terceiro trimestre de 2019.

O diretor-executivo de Ferrosos da Vale, Marcello Spinelli, disse em teleconferência que a companhia está produzindo “na casa de 1 milhão de toneladas ao dia” de minério de ferro, o que seria suficiente para atingir o nível mais baixo da meta para o ano, de entre 310 milhões e 330 milhões de toneladas, conforme divulgado anteriormente.

 

Deixe um comentário