BRF pretende investir R$ 45 milhões em laboratórios de qualidade

LinkedIn

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, planeja investir cerca de R$ 45 milhões, nos próximos três anos, em 31 laboratórios de qualidade próprios que a companhia mantém distribuídos pelos países em que atua.

O comunicado foi feito nesta terça-feira (26).

Os investimentos serão destinados para projetos estratégicos e de tecnologia, ampliação da capacidade e modernização das estruturas para consolidar-se como referência em segurança dos alimentos.

As unidades laboratoriais da empresa monitoram toda a cadeia produtiva, desde o campo até a mesa de nosso consumidor, através de cerca de 4 milhões de análises por ano.

Cada região onde há produção da BRF é atendida por um laboratório com equipe multidisciplinar.

Dotadas de médicos veterinários, biólogos, químicos, engenheiros de alimentos, administradores, farmacêuticos, biotecnologistas, biomédicos e outros especialistas, as equipes são incumbidas de mapear, por meio de análises microbiológicas, sorológicas, moleculares, físico-químicas, bromatológicas, de resíduos, de qualidade das embalagens e sensoriais, para garantir a qualidade e a segurança de seus produtos.

“A BRF segue em constante modernização de seus processos e controles internos para garantir a qualidade e a segurança de tudo o que produzimos. O trabalho realizado pelos laboratórios é essencial e nossos investimentos estratégicos contribuem para continuarmos sendo referência no setor”, destaca José Roberto Gonçalves, diretor corporativo de qualidade da BRF.

Em Santa Catarina, o laboratório de Concórdia funciona há 38 anos e atende também as unidades de Chapecó e Faxinal dos Guedes, faz cerca de 35 mil análises microbiológicas, moleculares, sorológicas e virológicas por mês.

→ A BRF S/A surgiu da fusão da Sadia e Perdigão e é uma das maiores empresas de alimentos do mundo com mais de 30 marcas em seu portfólio. A possui R$ 14,5 bilhões de valor de mercado. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

Lucro líquido de R$ 216,8 milhões, queda de 26,3%, nos resultados 3T20

BRF divulgou lucro líquido de R$ 216,8 milhões, queda de 26,3% na comparação anual. A piora dos resultados da BRF no exterior, reflexo do aumento dos custos de produção e de embargos sauditas que insistem em atrapalhar os negócios, nublou o sólido desempenho da operação no Brasil e reduziu o lucro da empresa dona das marcas Sadia e Perdigão no terceiro trimestre.

Deixe um comentário