Confira os Indicadores Econômicos desta segunda-feira (11/01/2021)

LinkedIn

Confira os principais indicadores econômicos desta segunda-feira (11/01/2021), em destaque a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,111 bilhão nos primeiros dez dias do ano.

Brasil

Os economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2021. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira, 11, que a mediana das previsões para a Selic neste ano foi de 3,00% para 3,25% ao ano. Há um mês, estava em 3,00%.

No caso de 2022, a projeção foi de 4,50% para 4,75% ao ano, igual a um mês antes. Para 2023, seguiu em 6,00%, mesmo patamar de quatro semanas atrás.

Os economistas alteraram levemente a previsão para o IPCA – o índice oficial de preços – em 2020. No Relatório a mediana para o IPCA no ano passado foi de alta de 4,38% para 4,37%, há um mês, estava em 4,35%. A projeção para o índice em 2021 foi de 3,32% para 3,34%, quatro semanas atrás, estava em 3,34%.

–PIB–

O mercado financeiro alterou levemente suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. Conforme o Relatório, a expectativa para a economia no ano passado passou de retração de 4,36% para queda de 4,37%. Há quatro semanas, a estimativa era de baixa de 4,41%. Para 2021, o mercado financeiro também alterou levemente a previsão do Produto Interno Bruto (PIB), de alta de 3,40% para 3,41%. Quatro semanas atrás, estava em 3,50%.

–Déficit primário–

O Relatório trouxe a manutenção na projeção para o resultado primário do governo em 2020. A relação entre o déficit primário e o PIB no ano passado seguiu em 10,60%. No caso de 2021, permaneceu em 3,00%, há um mês, os porcentuais estavam em 11,50% e 2,90%, respectivamente.

–Balança comercial–

balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,111 bilhão nos primeiros dez dias do ano, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 11, pelo Ministério da Economia. Até o dia 10 de janeiro, as exportações somaram US$ 4,855 bilhões, enquanto as importações ficaram em US$ 3,744 bilhões.

A média diária das exportações cresceu 47,4% em relação a janeiro de 2020, puxada pelo avanço de 75,0% nos embarques da indústria extrativa, enquanto as vendas da agropecuária cresceram 44,9%.

Estados Unidos

Os futuros do Dow Jones caíram na segunda-feira após fecharem em máximas recordes na sexta-feira. O rendimento do Tesouro de 10 anos caiu ligeiramente, mas permaneceu acima de 1,1% na manhã de segunda-feira. O Bitcoin, que subiu para mais de US$ 41.000 na sexta-feira, caiu 15% desde então, incluindo uma queda de 6% no início da segunda-feira.

A liderança democrata da Câmara buscará a votação de uma resolução pedindo ao vice-presidente Mike Pence e aos oficiais do gabinete que invoquem a 25ª Emenda e removam o presidente Donald Trump do cargo, com votação plena na Câmara esperada para terça-feira. Depois disso, Pence e o Gabinete teriam 24 horas para agir antes que a Câmara movesse o impeachment. Dois senadores republicanos – Pat Toomey da Pensilvânia e Lisa Murkowski do Alasca – disseram que Trump precisa sair o mais rápido possível.

Europa

As ações europeias fecharam em baixa nesta segunda-feira, com o aumento dos casos de coronavírus em muitos dos principais países afetando o sentimento dos investidores. O comércio negativo para as ações europeias veio depois que as ações da Ásia-Pacífico caíram principalmente hoje. Os mercados em Wall Street também caíram nesta manhã, igualando-se a seus pares globais.

Na Europa, os investidores se concentraram no aumento alarmante de casos de coronavírus em todo o mundo, à medida que os países correm para vacinar seus idosos, os membros mais vulneráveis ​​da sociedade e profissionais de saúde. No fim de semana, a rainha Elizabeth do Reino Unido e seu marido Philip, ambos na casa dos noventa, receberam vacinas contra Covid-19, disse o Palácio de Buckingham.

Ásia

O índice de preços ao consumidor da China subiu 0,7% em dezembro ante novembro e 0,2% em relação ao mesmo mês do ano anterior, informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país asiático nesta segunda-feira.

Já índice de preços ao produtor (IPP) subiu 1,1% em dezembro ante novembro, mas caiu 0,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Com isso, o indicador mostrou deflação acumulada de 1,8% em 2020. A variação anual surpreendeu negativamente analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam recuo menor, de 0,4%.

As exportações da China cresceram solidamente em dezembro, mas em um ritmo mais lento do que no mês anterior, já que a demanda de seus parceiros comerciais afetados pelo coronavírus esfriou, enquanto as importações se mantiveram estáveis, mostrou pesquisa nesta segunda-feira.

As exportações provavelmente aumentaram 15% em relação ao ano anterior, de acordo com uma previsão mediana em uma pesquisa da Reuters com 25 economistas, diminuindo após um salto de 21,1% em novembro.

Deixe um comentário