Confira os Indicadores Econômicos desta terça-feira (05/01/2021)

LinkedIn

Confira os principais indicadores econômicos desta terça-feira (05/01/2021), em destaque novo lockdown na Inglaterra, eleições no estado da Geórgia nos Estados Unidos e Arábia Saudita fará cortes voluntários de produção de petróleo.

Brasil

Os preços da indústria subiram 1,39% em novembro de 2020 frente ao mês anterior. Apesar da alta, houve uma desaceleração em relação ao resultado de outubro, quando o índice havia registrado a maior alta da série histórica (3,41%), iniciada em 2014. A inflação na indústria em novembro foi a menor observada em cinco meses, mas o indicador já registra dezesseis altas consecutivas e elevações históricas nos acumulados do ano (18,92%) e dos últimos 12 meses 19,69%.

Em novembro, 19 das 24 atividades analisadas apresentaram variações positivas na comparação com o mês anterior. Mas a grande responsável pela elevação do índice foi a atividade alimentar (2,76%).

Em um ano de restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, as vendas de veículos novos no País caíram 26,2% em 2020 ante o ano interior, no maior tombo desde 2015, quando a causa da crise foi a recessão doméstica. Balanço divulgado nesta terça-feira, 5, pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias, mostra que 2,06 milhões de veículos foram vendidos no ano passado.

Europa

As vendas no varejo alemão aumentaram em novembro e o número de desempregados caiu no mês passado, contra as previsões de que ambas as leituras iriam piorar, sugerindo que partes da maior economia da Europa resistiram ao impacto do coronavírus inesperadamente bem.

As vendas no varejo aumentaram 1,9% em novembro, quando os mercados previram uma contração, o Escritório Federal de Estatísticas disse na terça-feira, acrescentando que espera que as vendas tenham crescido cerca de 4% durante 2020 como um todo – ultrapassando a expansão de 3,2% de 2019.

Estados Unidos

A atividade manufatureira dos EUA atingiu seu nível mais alto em quase dois anos e meio em dezembro, provavelmente à medida que novas infecções por COVID-19 puxaram a demanda de serviços para bens.

O Institute for Supply Management (ISM) disse na terça-feira que seu índice de atividade fabril nacional se recuperou para uma leitura de 60,7 no mês passado. Esse foi o nível mais alto desde agosto de 2018 e seguido de 57,5 ​​em novembro.

A Arábia Saudita fará cortes voluntários de produção de petróleo em fevereiro e março como parte de um acordo para convencer os membros da Opep+ a manter seus níveis de bombeamento estáveis, em meio a preocupações de que novos lockdowns relacionados ao coronavírus afetem a demanda.

Duas fontes da Opep+ afirmaram que os sauditas farão cortes de produção de mais de 400 mil barris por dia (bpd) nos próximos dois meses, além das restrições que o país já tem aplicado sobre sua oferta.

Ásia

A China suspendeu as importações provenientes de uma fábrica de carne suína operada pela Aurora Alimentos por preocupações relativas ao coronavírus, informou a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) na segunda. O Ministério da Agricultura confirmou que foi informado pelas autoridades chinesas, no dia 28 de dezembro.

O Ministério da Agricultura do Brasil disse que foi informado pelas autoridades chinesas sobre a suspensão no dia 28 de dezembro e que, na ocasião, “foram solicitadas informações sobre os casos de Covid-19 no estabelecimento”.

As ações das gigantes chinesas das telecomunicações subiram nas negociações de terça-feira, depois que a Bolsa de Valores de Nova York anunciou que não vai mais retirar as empresas da lista. As ações da fabricante de chips chinesa SMIC em Hong Kong foram monitoradas por investidores, depois de estarem entre as empresas que seriam excluídas dos índices de ações globais da FTSE Russell.

Deixe um comentário