Futuros dos EUA operam em alta na volta do feriado

LinkedIn

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam sem direção nesta terça-feira.

O Kospi da Coreia do Sul subiu 2,61% e fechou em 3.092,66 pontos, com as ações da montadora Hyundai Motor disparando 8,51%.

O índice Hang Seng de Hong Kong também registrou fortes ganhos, com um salto de 2,70%. As ações do HSBC listadas na cidade subiram 3,33%, enquanto a seguradora de vida AIA subiu 3,07%. A representante de Hong Kong, Carrie Lam, anunciou uma extensão das medidas de distanciamento social na cidade depois que as infecções por coronavírus voltaram aos três dígitos, de acordo com a Reuters.

Na China Continental, por outro lado, as bolsas fecharam em baixa: o composto de Xangai caiu 0,83% para 3.566,38 pontos, enquanto o Shenzhen Component caiu 1,74%.

No Japão, o Nikkei saltou 1,39% para fechar em 28.633,46 pontos, enquanto o índice Topix avançou 0,56% e encerrou o seu dia de negociação em 1.855,84 pontos.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 subiu 1,19% para fechar em 6.742,60 pontos. As mineradoras tiveram um dia de alta. BHP subiu 1,4% e Rio Tinto avançou 0,6%. Entre as produtoras de petróleo, Santos caiu 0,4% e Woodside Petroleum subiu 1,1%.

O índice da MSCI para a Ásia-Pacífico exceto Japão subiu 1,32%.

EUROPA: Uma onda de balanços corporativos otimistas ajuda a manter os índices europeus em alta nesta terça-feira, enquanto os investidores aguardam a presença da secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, diante do Congresso no final do dia.

O índice pan-europeu Stoxx 600 sobe 0,24%. O alemão DAX 30 sobe 0,28%, o FTSE MIB da Itália sobe 0,26%, enquanto o francês CAC 40 recua 0,03% e o IBEX 35 da Espanha recua 0,19%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,17%. Entre as mineradoras, Anglo American sobe 0,4%, Rio Tinto sobe 0,6% e BHP opera estável. As gigantes do petróleo, BP e Royal Dutch Shell sobem 0,3% cada.

Os preços ao consumidor alemães em dezembro caíram 0,3% pelo padrão nacional, confirmando dados preliminares esperado pelos economistas consultados pelo The Wall Street Journal e 0,7% em relação ao ano anterior pelos padrões harmonizados com a UE. A taxa de inflação foi parcialmente influenciada pela redução de um imposto efetivado no início de julho. O corte temporário do IVA será revertido em janeiro. Na média anual, a taxa de inflação deve ficar em 0,5% em 2020, segundo o Destatis.

Em Bruxelas, a Comissão Europeia deve alertar que os mercados estão muito dependentes do dólar e estabelecerá um plano para fortalecer o euro no protagonismo internacional, segundo relatórios da Bloomberg e do Financial Times.

A Associação Europeia dos Fabricantes de Automóveis informou que os registros de automóveis de passageiros caíram 3,3% em dezembro de 2020 em relação ao ano anterior. Os registros em 2020 caíram 24%. As ações das montadoras europeias caem. Daimler recua 1,80%, Volkswagen recua 0,84%, BMW perde 0,72% e Renault cai 0,84%. As ações da Stellantis, gigante automotiva formada a partir da fusão entre Fiat Chrysler e Peugeot, subiram 4,51%, estendendo o rali de 7% de ontem, o primeiro dia de negociação de suas ações.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA sobem nesta terça-feira, com Wall Street tentando recuperar de uma semana difícil antes da posse do presidente eleito Joe Biden, na volta do feriado em homenagem ao Dia de Martin Luther King Jr.

Na semana passada, o Nasdaq Composite e o S&P 500 caíram 1,5%, enquanto o Dow recuou 0,9%. Foi a pior semana para os três índices desde outubro.

A decepção para as ações veio quando Biden revelou seu plano de US $ 1,9 trilhão para alívio econômico, enquanto o país tenta controlar a pandemia Covid-19. Biden deve tomar posse nesta quarta-feira, em meio à preocupações com a segurança, após motim de 6 de janeiro no Capitólio.

Janet Yellen, ex-presidente do Federal Reserve e indicada por Biden para Secretário do Tesouro, comparecerá ao Comitê de Finanças do Senado na terça-feira. Os comentários preparados por Yellen pedem ao governo federal que ”pense grande” para sustentar a recuperação. Será uma oportunidade para Yellen vender o plano de estímulo de US$ 1,9 trilhão de Biden e defender uma forte resposta econômica à pandemia de COVID-19.

A terça-feira também dá início a uma semana repleta de balanços. O Bank of America e o Goldman Sachs anunciarão seus resultados do quarto trimestre antes do sino de abertura, enquanto os números da Netflix chegarão após o fechamento do mercado.

A temporada de balanços teve um início ruim na semana passada. As ações do JPMorgan Chase, Wells Fargo e Citigroup perderam terreno na sexta-feira após a divulgação de seus números trimestrais. O JPMorgan superou as estimativas de Wall Street, mas o Wells Fargo e o Citi decepcionaram nas expectativas das receitas.

Não está prevista a divulgação de dados relevantes nesta terça-feira.

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: +0,56%
SP500: +0,70%
NASDAQ: +0,97%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -1,41%
Brent: +0,22%
WTI: +0,42%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário