Petrobras pretende concluir negociações com sócios chineses para desenvolvimento dos volumes do campo de Búzios

LinkedIn

A Petrobras prevê concluir neste ano negociações com sócios chineses para o desenvolvimento dos volumes excedentes do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, e poderia comprar a parte dos parceiros se “por ventura” eles quiserem vender, afirmou o presidente Roberto Castello Branco.

O comunicado foi feito nesta quinta-feira (28).

As chinesas CNODC e CNOOC (5% cada de participação cada) precisam decidir valores a serem ressarcidos à Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) por investimentos já realizados no ativo, além de chegar a um entendimento sobre como será explorada a área que contém reservas divididas com o campo já operacional de Búzios.

Castello Branco apresentou atualizações sobre o desinvestimento. No caso das refinarias, o executivo afirmou que a empresa está em fase final de negociação para a venda de Refap, Rlam, SIX, Lubnor e Reman. No caso da BR Distribuidora (#BRDT3), a Petrobras avalia que as ações da maior distribuidora de combustíveis do Brasil estão abaixo do seu potencial.

Já a Braskem (BOV:BRKM5), segundo ele, tem encontrado obstáculos por parte de sua sócia, a Odebrecht.

Deixe um comentário