Petróleo fecha em leve queda devido às variantes do coronavírus

LinkedIn

Os preços do petróleo subiram ligeiramente nesta sexta-feira, mas foram negociados em uma faixa estreita, e caíram brevemente nas preocupações com a demanda devido às variantes do coronavírus e aos lançamentos de vacinas lentas, que compensaram um sentimento de alta devido ao corte no fornecimento de petróleo da Arábia Saudita e à queda nos estoques de petróleo dos EUA.

Petróleo tipo Brent para abril fecha em queda de 0,11%, cotado a US$ 55,04 o barril. WTI para março fechou em queda de 0,27%,, cotado a US$ 52,20 o barril.

Tanto o Brent quanto o WTI no mês anterior estavam no caminho certo para postar um ganho semanal de menos de 1%.

Uma pesquisa da Reuters mostrou que os preços do petróleo devem pairar em torno dos níveis atuais durante grande parte de 2021, antes que uma recuperação ganhe força no final do ano.

A Arábia Saudita deve cortar a produção em 1 milhão de barris por dia (bpd) em fevereiro e março. O cumprimento das restrições à produção pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, juntos conhecidos como OPEP+, melhorou em janeiro.

A produção de petróleo da OPEP aumentou em janeiro, revelou uma pesquisa da Reuters, depois que a OPEP+ concordou em diminuir as restrições à oferta.

No entanto, o aumento foi menor do que o valor acordado no acordo, com uma queda involuntária nas exportações nigerianas limitando o aumento.

Uma redução de 9,9 milhões de barris nos estoques de petróleo dos EUA na semana passada e as previsões de uma pequena queda na produção de petróleo dos EUA em fevereiro forneceram suporte de preço.

(Com informações da CNBC)

Deixe um comentário