PMI Composto da Zona do Euro subiu a 49,1 pontos em dezembro

LinkedIn

A atividade econômica da zona do euro contraiu com mais força do que calculado anteriormente no final de 2020 e pode piorar diante do impacto de novos lockdowns adotados para conter o impacto do coronavírus sobre o setor de serviços do bloco, mostrou uma pesquisa.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) Composto do IHS Markit subiu a 49,1 em dezembro de 45,3 em novembro, mas ficou abaixo da preliminar de 49,8. Leitura abaixo de 50 indica contração.

“A atividade do setor de serviços em particular caiu com mais força do que o estimado na preliminar do PMI, já que mais países aceleraram suas lutas contra o aumento no número de casos do vírus”, disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

O PMI de serviços registrou 46,4 em dezembro, de 41,7 no mês anterior mas bem abaixo da estimativa preliminar de 47,3.

Com a maior parte do setor de serviços forçada a fechar, a demanda também encolheu bem mais do que calculado antes. O subíndice de novas encomendas ficou em 46,6 contra preliminar de 47,9 e 40,6 em novembro.

Veja também:
PMI composto da Alemanha subiu para 52 pontos em dezembro
PMI composto do Reino Unido subiu para 50,4 em dezembro
Preços ao produtor da zona do euro caíram em novembro influenciado pela queda nos preços da energia
PMI composto da China desacelerou a 55,8 em dezembro

(Com informações da Reuters)

Deixe um comentário