Quase US$ 170 bilhões varreram o mercado de criptomoedas em 24 horas, conforme o bitcoin recua

LinkedIn

O Bitcoin (COIN:BTCUSD) e outras moedas digitais despencaram na segunda-feira (11), eliminando cerca de US$ 170 bilhões de todo o mercado de criptomoedas.

A capitalização de mercado ou valor do mercado de criptomoedas era de US$ 959,53 bilhões, ante US$ 1,1 trilhão no dia anterior.

Bitcoin, a maior criptomoeda do mundo, caiu mais de -12,19% em relação ao dia anterior para US$ 33.600.

CapturadeTela2021-01-11às10.43.56Gráfico candle (3 meses) diário do BTCUSD 11 de janeiro 10h45 – br.advfn.com

Ether, a segundo maior criptomoeda, caiu cerca de -16% para US$ 1.050.

CapturadeTela2021-01-11às10.51.00Gráfico diário (3 meses) da ETHUSD – br.advfn.com

A liquidação de criptomoedas ocorre após uma grande alta e talvez sinalize alguma realização de lucros por parte dos investidores. O Bitcoin ainda está em alta de 340% nos últimos 12 meses e na semana passada atingiu um recorde histórico pouco abaixo de US$ 42.000.

“A correção que vimos era esperada, pois acreditamos que o aumento recente do preço do BTC de menos de US$ 20.000 para US$ 40.000 nas últimas quatro semanas irá induzir pressão de venda”, disse Simons Chen, diretor executivo de investimento e negociação da firma de serviços financeiros de criptomoeda Babel Finance.

A marca de US$ 40.000 poderia ter sido um gatilho para a realização de lucros, disse Chen.

O ressurgimento do Bitcoin foi atribuído a uma série de fatores, incluindo mais compras de grandes investidores institucionais.

E também foi comparado ao “ouro digital”, um ativo porto-seguro em potencial e uma proteção contra a inflação. Em uma nota de pesquisa recente, o JPMorgan disse que o bitcoin pode atingir US$ 146.000  no longo prazo, já que compete com o ouro como moeda “alternativa”. Os estrategistas do banco de investimento observaram, no entanto, que o bitcoin teria que se tornar substancialmente menos volátil para atingir esse preço. O Bitcoin é conhecido por grandes oscilações de preços.

Mas alguns críticos do bitcoin – como David Rosenberg, economista e estrategista da Rosenberg Research –  chamaram o bitcoin de bolha.

O otimismo de longo prazo em torno do bitcoin permanece, entretanto.

Jehan Chu, fundador da firma de capital de risco e trading Kenetic Capital com foco em criptomoedas, disse que a retração do bitcoin pode ser um bom ponto de entrada para os investidores comprarem.

“Essa correção de curto prazo é natural e necessária e é um ótimo ponto de entrada para investidores de longo prazo, já que alcançamos rapidamente US$ 50 mil neste trimestre e US$ 100 mil no final do ano”, disse.

Na semana passada, Chamath Palihapitiya da Capital Social disse que o bitcoin poderia chegar a mais de US$ 100.000.

“Provavelmente vai para US$ 100.000, depois US$ 150.000 e depois US$ 200.000”, disse Palihapitiya“Em que período? Eu não sei. [Talvez] cinco ou 10 anos, mas está indo para lá”.

Deixe um comentário