Vendas de casas novas nos EUA superam as expectativas em dezembro

LinkedIn

As vendas de novas residências unifamiliares nos EUA aumentaram menos do que o esperado em dezembro, provavelmente restringidas por um salto nos preços das casas.

As vendas de casas novas aumentaram 1,6% para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 842.000 unidades no mês passado, disse o Departamento de Comércio nesta quinta-feira. O ritmo de vendas de novembro foi revisado para baixo para 829.000 unidades das 841.000 unidades relatadas anteriormente.

Economistas ouvidos pela Reuters previam que as vendas de casas novas iriam se recuperar 1,9%, para uma taxa de 865.000 unidades em dezembro. As vendas de novas casas são retiradas de uma amostra de casas selecionadas de licenças de construção e tendem a ser voláteis em uma base mês a mês. As vendas de casas novas aumentaram 15,2% na comparação anual. As vendas totalizaram 811.000 em 2020, um aumento de 18,8% em relação a 2019.

O governo informou na semana passada que o início da construção de moradias disparou em dezembro para seu nível mais alto desde setembro de 2006. As licenças para construção de casas no futuro também foram as mais altas desde agosto de 2006. Mas o aumento dos preços da madeira serrada e a escassez de mão de obra e de terras podem desacelerar o ímpeto do mercado imobiliário.

O mercado imobiliário está sendo sustentado por hipotecas mais baratas e um êxodo dos centros das cidades para os subúrbios e outras áreas de baixa densidade, à medida que as empresas permitem que os funcionários trabalhem em casa e as escolas mudam para aulas online devido à pandemia do coronavírus. Cerca de 23,7% da força de trabalho está trabalhando em casa. Os trabalhadores com salários mais baixos no setor de serviços foram os que mais sofreram com a crise do COVID-19.

A taxa de hipoteca fixa de 30 anos está em torno de 2,77%, de acordo com dados da agência de financiamento hipotecário Freddie Mac.

Em dezembro, as vendas de residências novas cresceram no Centro-Oeste e no Oeste, mas caíram no Nordeste e no Sul.

O preço médio da casa nova aumentou 8%, para US$ 355.900 em dezembro, em comparação com o ano anterior. Havia 302.000 novas casas no mercado no mês passado, ante 290.000 em novembro. No ritmo de vendas de dezembro, seriam necessários 4,3 meses para liberar a oferta de casas no mercado, ante 4,2 meses em novembro.

Veja também: 
Economia dos EUA contraiu 3,5% em 2020, o pior desempenho desde 1946
Pedidos de seguro-desemprego nos EUA totalizaram 847.000 na ultima semana
Federal Reserve mantém taxas de juros e compras de ativos inalteradas

(Com informações da Reuters)

Deixe um comentário