Índice de Gerentes de Compras da indústria chinesa desacelerou para 51,5 em janeiro

LinkedIn

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria chinesa desacelerou de 53,0 em dezembro para 51,5 em janeiro, informaram a IHS Markit e a Caixin neste domingo, 31, pelo horário de Brasília. Quando acima de 50 pontos, o indicador representa expansão da atividade em relação ao mês anterior.

“A leitura de janeiro foi a mais baixa desde junho, embora tenha marcado o nono mês consecutivo de expansão”, afirmou o economista sênior da Caixin Wang Zhe, em nota. “Isso indica que a recuperação pós-pandemia continuou, mas com uma desaceleração marginal.”

O índice de produção em janeiro foi o menor em nove meses, enquanto o indicador de novos pedidos atingiu o menor nível em sete meses. As empresas consultadas na pesquisa afirmaram que a demanda do mercado continua forte, mas foi impactada pelo ressurgimento da covid-19 no país.

Veja também: 
Taxa de desemprego da zona do euro fica estável em 8,3% em dezembro
Índice de gerentes de compras industrial da zona do euro caiu para 54,8 em janeiro
Crescimento de novas encomendas e da indústria no Brasil perde força em janeiro, informa PMI

(Com informações do Estadão)

Deixe um comentário