Kepler Weber (KEPL3): lucro líquido de R$ 67,7 milhões em 2020, alta de 80,1%

LinkedIn

A gaúcha Kepler Weber, líder no mercado brasileiro de silos agrícolas, terminou 2020 com lucro líquido de R$ 67,7 milhões, 80,1% mais que os R$ 37,5 milhões registrados em 2019. Apesar de a pandemia de covid-19 ter dificultado as operações no segundo trimestre – a empresa chegou a paralisar suas atividades fabris por três semanas -, o bom desempenho do agronegócio assegurou os bons resultados.

Os resultados da Kepler Weber (BOV:KEPL3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 24/02/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

A companhia, especializada em soluções para armazenagem de grãos e movimentação de granéis, listou alguns fatores que influenciaram positivamente os resultados da empresa, líder neste segmento na América Latina.

Apesar da pandemia, que paralisou, em abril, a planta industrial de Panambi (RS), para que a empresa fizesse adequações, seguindo protocolos de segurança, houve expansão dos negócios, principalmente a partir de julho, com boas condições de financiamento pelo Programa para Construção e Ampliação de Armazéns, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), construção de uma carteira de clientes saudável, depreciação do Real, aumento da confiabilidade dos importadores de grãos e carnes, além da valorização das commodities.

O Ebtida – lucro antes de impostos, juros, amortizações e depreciações – ficou em R$ 108,8 milhões, com margem de 16,2%. Esse resultado representa uma elevação de 30,5% na linha do Ebitda e um aumento de 1,9 ponto percentual na margem.

A Kepler Weber conseguiu recuperar créditos tributários após a exclusão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da base de cálculo do PIS e da Cofins, no segundo trimestre de 2020. O valor recuperado em tributos foi de R$ 21 milhões. De acordo com Paulo Polezi, diretor financeiro da companhia, sem esse evento sazonal, a margem Ebitda teria ficado em 15%.

Em 2020, a receita líquida da Kepler Weber aumentou 15% e chegou a R$ 617,2 milhões.

Sem problemas de endividamento, a Kepler Weber terminou o ano com um capital de giro positivo de R$ 281,5 milhões. Com esse dinheiro em caixa, Abbondi pretende solicitar ao conselho da empresa recursos para aumentar investimentos, já que muitos deles não ocorreram em 2020. “Não temos um guidance, mas estamos sempre em busca de modernizar a empresa e buscar oportunidades”, afirma.

4T20

A Kepler Weber, líder no mercado de equipamentos para armazenagem de grãos, registrou lucro líquido de R$ 20,7 milhões no quarto trimestre de 2020, queda de 1,7% ante os R$ 21,1 milhões apurados em igual período do ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 30,5 milhões, 1,5% abaixo do obtido em igual intervalo de 2019.

A receita líquida da companhia atingiu R$ 248,1 milhões no quarto trimestre de 2020, 38,3% mais do que no período correspondente do ano anterior.

A margem líquida atingiu 8,4%, queda de 3,4 pontos porcentuais na comparação anual. No comunicado sobre os resultados, a empresa destacou o crescimento da receita operacional líquida em 2020, que chegou a 15%, “superando as dificuldades” causadas pela pandemia do novo coronavírus.

“A reação positiva do agronegócio brasileiro frente ao novo cenário foi importante para a boa performance da companhia, sobretudo no segundo semestre”, disse a Kepler.

A empresa citou como fatores que contribuíram para o resultado o aumento da confiabilidade dos importadores de grãos e carnes, a construção de uma “carteira saudável” de pedidos, boas condições de financiamento no Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), a depreciação do real e o aumento dos preços internacionais das commodities agrícolas.

No quarto trimestre, o mercado interno representou 91% da receita líquida, e o externo, 9%, contra 87% e 13%, respectivamente, observados um ano antes. A receita líquida do segmento de armazenagem da Kepler Weber no quarto trimestre de 2020 cresceu 38,7% em relação a igual período de 2019, para R$ 165,1 milhões.

Segundo a empresa, o incremento é reflexo “das condições macroeconômicas favoráveis como commodities agrícolas em alta, real depreciado e disponibilidade das linhas de financiamento ao agronegócio, principalmente o PCA”. Já a receita de exportações subiu 3,1% na mesma base de comparação, para R$ 23,5 milhões.

Conforme a Kepler, o crescimento foi “modesto” devido à estratégia de priorizar vendas no mercado interno dado o aquecimento da demanda no segundo semestre de 2020. “Com isso, houve alto nível de ocupação das plantas e alongamento dos prazos de entrega para todos os segmentos, o que afetou os prazos para exportação.”

Aquisição

Além dos resultados positivos, a Kepler Weber também destaca no relatório ao mercado a compra da Seletron, especializada em equipamentos para seleção de grãos. No mercado desde 1967, a empresa usa “uma tecnologia que possui fortes sinergias com o atual portfólio da companhia”, destaca. O anúncio da aquisição ocorreu no mês de novembro.

 

Pensando em investir na Kepler Weber?

Indústria e comércio de produtos e matérias primas relacionadas a metalurgia, importação e exportação, prestação de serviços, comércio de produtos destinados a agroindústria.

→ A Kepler Weber, líder no mercado de equipamentos para armazenagem possui valor de mercado de R$ 1,18 bilhão. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

Governança Corporativa

A Kepler Weber, sociedade anônima de capital aberto, possui sua sede localizada na cidade de São Paulo, SP, Brasil, tendo suas ações negociadas na B3. – Bolsa de Valores, mercadorias e futuros sob o código KEPL3, desde 15 de dezembro de 1980.

Composição Acionária

kepl3

Desempenho da empresa na B3

No último ano, as ações da Kepler Weber oscilaram entre a mínima de R$ 21,04 e a máxima de R$ 46,26. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em alta de 0,33%, negociada a R$ 45,14.

Confira o histórico da Kepler Weber (KEPL3)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Médio Vol Médio Variação Variação %
1 Semana 44,00 46,26 42,55 44,92 193.580 1,50 3,41%
1 Mês 37,60 46,26 37,15 40,04 433.444 7,90 21,01%
3 Meses 38,05 46,26 35,47 38,69 265.087 7,45 19,58%
6 Meses 44,29 46,26 35,47 39,75 198.169 1,21 2,73%
1 Ano 29,00 46,26 21,04 37,02 159.171 16,50 56,9%
3 Anos 13,68 46,26 8,60 28,95 99.016 31,82 232,6%
5 Anos 12,12 46,26 8,60 25,99 80.856 33,38 275,41%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário