CEO e cofundador da Ripple entram com pedido para anular processo da SEC

LinkedIn

A carta em duas partes enviada para o tribunal federal americano indica que Brad Garlinghouse e Chris Larsen, CEO e cofundador da Ripple, respectivamente, querem anular as acusações contra eles no processo em andamento feito pela Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio (SEC, na sigla em inglês).

As duas partes da carta estabelecem argumentos para o indeferimento das respectivas acusações. Ambas as partes destacam quais moções querem anular, as quais até esse momento não estavam disponíveis publicamente nos registros do tribunal.

A SEC entrou com a ação contra Ripple, Garlinghouse e Larsen em dezembro de 2020, alegando violações das leis de segurança americanas, além de uma venda não registrada de valores mobiliários no formato de XRP.

A empresa Ripple replicou com força o processo, enviando sua resposta ao tribunal no final de janeiro deste ano. As moções que podem ser anuladas representam a mais recente tentativa de invalidar o processo.

A carta de Garlinghouse, escrita pela empresa de advocacia Cleary Gottlieb Steen & Hamilton LLP, afirma: “Este caso representa um exagero regulatório, de forma simples e clara.” Essas respostas foram feitas após a SEC ter anexado uma queixa ao processo no mês passado.

Deixe um comentário