Eleven estuda oferta de IPO da LG Informática e não recomenda a participação dos investidores

LinkedIn
O período de reserva de ações para o IPO da LG Informática termina na próxima quarta-feira (31). A Eleven Financial Research estudou a oferta e não recomenda a participação dos investidores.
Com preço médio estimado de R$ 17,50 por ação, de acordo com a faixa indicativa, a empresa poderá obter cerca de R$ 898,9 milhões com a operação. As ações têm estreia prevista para 06 de abril na B3 sob o ticker (BOV:GENT3). Confira o prospecto preliminar!

Os recursos obtidos com a parcela primária da oferta — estimados em R$ 350 milhões — serão destinados à pesquisas, investimentos no marketing e desenvolvimento da empresa, fortalecimento do crescimento inorgânico e reforço do capital de giro.

A empresa de tecnologia também separará verba para a migração de toda a sua base de clientes da modalidade on-premises para a Saas, implementada em 2017. Na primeira, os softwares são instalados em servidores físicos, já na segunda eles operam em nuvens online.

Riscos na oferta

Segundo a avaliação dos analistas Eric Huang e Tales Granello, da Eleven, o movimento será positivo, pois trará receitas recorrentes e permitirá a maior escalabilidade das operações.

Contudo, eles ressaltam que a mudança envolve processos de adaptação tecnológica dos clientes e implementação de novas soluções tecnológicas, o que poderia causar uma fuga de consumidores para concorrentes com soluções similares e preços mais atrativos.

Além das ameaças envolvidas na migração da base, os analistas também citam riscos na divisão da verba levantada com o IPO. Apesar de considerarem razoável a destinação de 38% do montante para fusões e aquisições, eles apontam que o pequeno histórico da LG com operações do tipo gera desconfianças.

Os analistas consideram ainda que a aplicação de 18% da soma para iniciativas de marketing voltada a pequenas e médias empresas é excessiva e arriscada. Por fim, também afirmam que os múltiplos da empresa, quando comparados a outras companhias com soluções de softwares nacionais, estão elevados e não recomendam a entrada de investidores na oferta.

Deixe um comentário