Mercados europeus fecham em alta com otimismo pela recuperação econômica

LinkedIn

As ações europeias fecharam em alta nesta segunda-feira, embora os ganhos tenham sido limitados por preocupações com uma terceira onda do coronavírus atingindo o continente.

Os mercados europeus se descolaram de NY e fecharam em alta apoiando-se na expectativa de recuperação econômica liderada pelos EUA, após notícias de que os estímulos no longo prazo podem atingir US$ 3 trilhões.

O Índice Stoxx Europe subiu 0,23%, aos 427,92 pontos, a despeito das maiores economias da região terem previsão de aumentar as restrições, em meio à vacinação lenta. No noticiário, o Credit Suisse alertou para o default de um grande cliente hedge fund, que não honrou suas margens na semana passada.

No cenário positivo, Londres não registrou morte por covid-19 pela primeira vez em seis meses.

Euro Stoxx 50 (STOXX:SX5E) índice formado pelas 50 ações com maior liquidez, fechou em alta de 0,5%, sendo cotado a 3.8836,54.

Confira o Ranking dos papéis que mais subiram e caíram na Euronext.

O índice FTSE 100 (FTSE:UKX), principal indicador de desempenho do mercado acionário do Reino Unido representando a variação das cem principais companhias da Inglaterra, fechou em baixa, cotado a 6.736,17. Veja o desempenho de todos os ativos da terra da rainha.

Em Paris, o Índice CAC 40 (EU:PX1), composto por ações das 40 maiores companhias negociadas na Bolsa de Valores da Euronext Paris, subiu 0,45%.

Na Itália, o índice BIT (BITI:FTSEMIB), composto por ações das 40 maiores companhias negociadas na Bolsa de Valores de Milão, representando 10 diferentes setores da economia italiana valorizou 0,21%.

Confira o Toplist da principal bolsa italiana.

Na Alemanha, o índice DAX (DBI:DAX), composto pelas ações das 30 de empresas negociadas na Bolsa de Valores de Frankfurt (Deutsche Börse), fechou em alta de 0,47%, sendo cotado a 14.817,72. Confira o ranking completo dos papéis negociados na Alemanha.

Deixe um comentário