Ouro fecha em queda de -0,75% a US$ 1.724,70 a onça-troy

LinkedIn

Os preços do ouro caíram nesta terça-feira, com um dólar mais firme compensando uma queda nos rendimentos do Tesouro dos EUA, antes do testemunho do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e da secretária do Tesouro, Janet Yellen.

Após leve alta +0,17% mais cedo, o preço do ouro na Comex fechou novamente em níveis baixos, em queda de 0,75%, a US$ 1.724,70 a onça-troy.

O metal é pressionado pela aversão ao risco dos mercados, o que inclui grande declínio do petróleo e os temores diante da pandemia na Europa.

O investidor ainda acompanhou as falas de Janet Yellen (Tesouro) e Jerome Powell (Fed) em audiências no Congresso americano, onde reiteraram que, apesar dos programas de estímulo, ainda há mais trabalho a ser feito.

Os danos econômicos causados pela Covid-19 seriam ainda piores sem a ajuda governamental, segundo eles.

Entre outros metais preciosos, a prata caiu 2,4% para US25,17 por onça e a platina caiu 0,3% para US$ 1.179,29, enquanto o paládio subiu 0,8% para US$ 2.636,42.

(Com informações do BDM-Ana Katia-CNBC)

Deixe um comentário