A Lockheed Martin tem receita de US$ 16,26 bilhões no 1T21

LinkedIn

A Lockheed Martin (NYSE:LMT) relatou ganhos mistos no primeiro trimestre de 2021, já que seu principal programa viu um declínio nas vendas, enquanto a gigante da defesa aumentou sua previsão para o ano inteiro na terça-feira (20).

Estimativas: Os analistas estimaram os lucros da Lockheed Martin aumentando 4,3%, para US$ 6,34 por ação, com a receita subindo 5,2%, para US$ 16,4 bilhões.

Resultados: EPS de US$ 6,56 sobre receita de US$ 16,26 bilhões.

As vendas da aeronáutica aumentaram 0,3%, para US$ 6,39 bilhões, em maiores volumes de contratos classificados e no aumento da produção no programa F-16. Mas as vendas do F-35 diminuíram devido ao menor volume em contratos de desenvolvimento e produção.

As vendas de mísseis e controle de fogo aumentaram 5%, para US$ 2,75 bilhões, com o aumento das vendas dos mísseis Patriot Advanced Capability-3, Joint Air-Surface Standoff Missile (JASSM) e Long Range Anti-Ship Missile (LRASM).

Rotary and Mission Systems subiu 10% para US$ 4,1 bilhões e as vendas do Space subiram 3% para US$ 3 bilhões.

Perspectiva: EPS do ano inteiro de US$ 26,40 – US$ 26,70, acima da orientação anterior de US$ 26,00 – US$ 26,30 e visões de consenso acima de US$ 26,33, sobre receita de US$ 67,3 bilhões – US$ 68,7 bilhões, acima da orientação anterior de US$ 67,1 bilhões – US$ 68,5 bilhões e amplamente em linha com consenso de US$ 68,14 bilhões.

Os mísseis têm sido uma fonte de receita importante nos últimos trimestres. Em janeiro, o empreiteiro de defesa disse que vê vendas de armas hipersônicas atingindo US$ 1,5 bilhão este ano e vê esse número dobrando para US$ 3 milhões em 2025. Isso é superior a US$ 1 bilhão em 2020 e US$ 600 milhões em 2019.

Mas o protótipo do míssil hipersônico da Lockheed falhou no lançamento na semana passada no que deveria ser seu primeiro teste de vôo com a Força Aérea.

Em agosto de 2018, a Força Aérea concedeu à Lockheed um contrato de US$ 480 milhões para projetar um protótipo de míssil hipersônico para o programa ARRW. A Força Aérea havia dito que estava usando “prototipagem rápida” para trazer essas armas a uma “capacidade em 2021”.

As ações caíram -1,1%, para 387,44 nas negociações de pré-mercado no mercado de ações hoje.

A Lockheed Martin também é negociada na B3 através da BDR (BOV:LMTB34).

A Boeing (BA, BOEI34) apresentará resultados trimestrais na próxima semana.

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters, investor’s

Deixe um comentário