BB : Comitê de Pessoas, Remuneração e Elegibilidade (Corem) aprova indicações de novos membros do conselho

LinkedIn

O Banco do Brasil informou que seu Comitê de Pessoas, Remuneração e Elegibilidade (Corem) apreciou as indicações de Aramis Sá de Andrade, para o Conselho de Administração, indicado pela União para o mandato 2021-2023 e de Robert Juenemann, para o mesmo conselho e mesmo mandato, indicado por acionistas minoritários.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BBAS3), nesta terça-feira (27).

O Corem decidiu que ambos os nomes não possuem empecilhos para o cargo: “os indicados comprovaram possuir idoneidade moral, reputação ilibada, formação acadêmica e experiência profissional compatíveis com as funções para as quais foram indicados”.

“Os indicados preenchem os requisitos que os qualificam como conselheiros independentes”, ressaltou o Corem do Banco do Brasil. Assim, podem assumir seus postos.

A empresa pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 06 de maio.

Lucro do BB soma R$ 13,8 bilhões em 2020, queda de 22,2%

Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido ajustado de R$ 13,884 bilhões em 2020, queda de 22,2% em relação a 2019 com impacto da pandemia.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Segundo o BB, o lucro foi influenciado, principalmente, pelo aumento da PCLD ampliada em 47,6%, impactada, principalmente, pela antecipação de provisões prudenciais que somaram R$ 8,1 bilhões. Apesar disso, o Resultado Estrutural cresceu 5,9% o que demonstra a resiliência do desempenho operacional no período.

Deixe um comentário