Bitcoin cai 10% em 12 horas e é negociado abaixo dos US$ 50.000

LinkedIn

O preço do Bitcoin (COIN:BTCUSD) caiu abaixo dos US$ 50.000 pela primeira vez desde março, com o BTC caindo cerca de 10% nas últimas 12 horas.

Em 17 de abril, a faixa de US$ 60.000 foi rejeitada, causando uma queda no preço do Bitcoin de quase 20% em uma única hora. Enquanto os mercados se consolidaram perto de US$ 55.000 por vários dias, os touros não conseguiram defender a faixa em 22 de abril, resultando em uma ação de baixa sustentada no dia anterior.

CapturadeTela2021-04-23às11.19.55Gráfico candle (3 meses) diário do BTC – br.advfn.com

Ontem, a realização de lucros significativos nos mercados de Bitcoin pode sugerir um topo local iminente, com a queda de hoje parecendo confirmar tal hipótese. Analistas do JP Morgan alertaram de forma semelhante sobre a ação de baixa sustentada, caso o BTC não recupere o nível de US$ 60.000.

O movimento abaixo da marca psicológica de US$ 50 mil gerou reações mistas no Twitter, com a pesquisadora de Messari Mira Christanto observando que os mercados só retraíram em 23% da máxima histórica  – significativamente menos do que os retrocessos típicos experimentados durante a corrida de touros de 2017 que produziu perdas de 35% em média.

Como esperado, o notório maníaco por ouro e criptocético, Peter Schiiff, também foi rápido em comentar sobre a ação do mercado, zombando do proponente do Bitcoin Anthony Pompliano.

O usuário do Twitter “Fintwit” também respondeu a Schiff, observando que “o ouro subiu 0% desde 2011”.

O Ethereum (COIN:ETHUSD) também caiu hoje, perdendo cerca de 8% nas últimas 24 horas. No entanto, Ether superou o BTC nos últimos dias,  superando a máxima anterior e cravando nova alta histórica acima de US$ 2.600 em 22 de abril.

O mercado de ontem testemunhou o ETH/BTC sendo negociado em seu nível mais forte desde agosto de 2018, com o Ether sendo negociado por 0,047 BTC. Ethereum mudou de mãos pela última vez por 0,045 BTC.

Ether caiu 11% nos últimos sete dias, enquanto o Bitcon caiu 21% no mesmo período.

Por Samuel Haig

Deixe um comentário