Bolsas negociam em torno de níveis recordes após Ata do Fed

LinkedIn

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, depois que o S&P 500 renovou seu recorde de fechamento na sessão de ontem.

O índice Hang Seng de Hong Kong liderou os ganhos entre os principais mercados da região, subindo 1,16% e fechar em 29.008,07 pontos.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 subiu 1,02%, para 6.998,80 pontos, renovando a alta de 13 meses, a melhor sessão em cinco semanas e chegando a atingir brevemente 7000 pontos durante a sessão, sustentada pelas altas do “big four banks” e mineradoras. O aumento dos preços do minério de ferro continuou a impulsionar o trio de mineração da Austrália. BHP adicionou 2,6% e fechar em US$ 47,06, a Rio Tinto subiu 2,2%, para US$ 115,88 e a Fortescue Metals avançou 2,5% para terminar em US$ 21.

Na China Continental, o composto de Xangai subiu 0,08% para 3.482,55 pontos, enquanto o Shenzhen Component avançou ligeiramente para 13.989,94 pontos.

O Kospi da Coreia do Sul fechou em alta de 0,19%, em 3.143,26 pontos.

Em sentido contrário, o Nikkei do Japão caiu 0,07% para fechar em 29.708,98 pontos, enquanto o índice Topix encerrou o dia de negociação 0,79% menor em 1.951,86 pontos, à medida que os relatos de casos crescentes de coronavírus levantaram atenção sobre revés na recuperação da pandemia. Tóquio reportou 545 novos casos e o governo de Osaka declarou emergência médica.

O índice MSCI para a Ásia-Pacífico exceto Japão subiu 0,46%.

EUROPA: As bolsas europeias seguem a caminho para recuperar de um recorde de alta, à medida que as ações em todo o mundo continuam a se beneficiar da reabertura das economias, estímulos fiscais e afrouxamento de políticas monetária.

O Stoxx Europe 600 sobe 0,4% na sessão matinal, a 436,03 pontos, acima do recorde de fechamento de 435,26 pontos estabelecido na terça-feira.

O DAX 30 alemão sobe 0,10%, balizando perto de recordes, enquanto o FRANCÊS CAC 40 avança 0,48% e está 13% abaixo das máximas de todos os tempos. O italiano FTSE MIB avança 0,02% mas o IBEX 35 da Espanha cai 0,14%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,28%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American sobe 1,8%, Antofagasta cai 0,7%, BHP recua 0,1%, Rio Tinto perde 0,6%. As produtoras de petróleo BP e Royal Dutch Shell recuam 1,1% e 1%, respectivamente.

Foi a primeira oportunidade para os investidores europeus reagirem à ata da última reunião do Federal Reserve, onde as autoridades da maior economia do mundo deixaram claro que não tinham pressa em reduzir a taxa de compra de títulos.

Anúncios dos reguladores de medicamentos do Reino Unido e da Europa em relação à vacina AstraZeneca / Universidade de Oxford contra Covid está em destaque. Ambos os reguladores disseram que, embora fosse possível uma ligação entre a vacina e distúrbios muito raros de coagulação do sangue, os benefícios de tomar a injeção ainda superam os riscos. O Reino Unido disse que daria uma vacina para Covid alternativa para menores de 30 anos na Grã-Bretanha por precaução.

EUA: Os contratos futuros vinculados aos principais índices de ações dos EUA sobem nas negociações da manhã de quinta-feira, sugerindo que Wall Street poderia estender os ganhos que impulsionaram o S&P 500 a níveis recordes nesta semana.

No quarta-feira, o S&P 500 fechou em 4.079,95 pontos, uma nova alta de fechamento. O Dow Jones Industrial Average subiu 16 pontos, ou 0,05%, durante a sessão regular. O Nasdaq Composite, composto por ações de alta tecnologia, caiu 0,07%, mesmo com o desempenho superior das ações da Big Tech. Amazon, Apple e Alphabet subiram mais de 1%, enquanto o Facebook subiu 2,2%.

Durante a sessão de quarta-feira o FED divulgou a ata de sua última ata da reunião, que mostrou que as autoridades planejam manter o mesmo ritmo de compras de ativos por algum tempo, enquanto o banco central trabalha para apoiar a manutenção dos preços ​​e a máxima de empregos.

O presidente Joe Biden falou na quarta-feira em Washington sobre o plano de infraestrutura de US $ 2 trilhões de seu governo, que inclui um aumento da alíquota de impostos corporativos para 28% ante atuais 21% e observou que ele está disposto a negociar esse aumento de impostos corporativo proposto, que é considerado uma fonte importante de receita tributária para o plano de infraestrutura da Casa Branca e não é bem vinda para os republicanos, que dizem estar preocupados com aumentos de impostos à medida que a economia dos EUA emerge da Covid-19 pandemia.

Separadamente, o Departamento do Tesouro disse que as propostas fiscais de Biden gerariam cerca de US $ 2,5 trilhões em 15 anos em um esforço para pagar por oito anos de gastos em estradas, pontes, trânsito, banda larga e outros projetos.

O suporte fiscal foi considerado um dos principais impulsionadores no mês passado, juntamente com fortes dados econômicos, incluindo o relatório de empregos de março mais forte do que o esperado. O S&P 500, Dow e Nasdaq Composite estão saindo de seu quarto trimestre consecutivo de ganhos com a aceleração da recuperação econômica.

Na quinta-feira, os investidores se debruçarão sobre a última atualização do Departamento do Trabalho sobre o número de americanos que entraram com o pedido de seguro-desemprego pela primeira vez. Economistas esperam que os pedidos iniciais totalizem 694.000 durante a semana encerrada em 3 de abril.

O presidente do FED, Jerome Powell está programado para fazer um discurso às 13h00.

ÍNDICES FUTUROS – 7h0:
Dow: +0,03%
SP500: +0,32%
NASDAQ: +0,85%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -0,56%
Brent: -0,52%
WTI: -0,79%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra ou venda de ativos.

Deixe um comentário