Hapvida estabelece preço a R$ 15,00 em oferta primária e secundária que movimentou R$ 2,7 bilhões

LinkedIn

A Hapvida estabeleceu o preço de R$ 15,00 para suas ações no âmbito da oferta primária e secundária que realizou. Devido à demanda, foram colocados papéis do lote inicial e um montante suplementar, e a operação movimentou R$ 2,7 bilhões, de acordo com a companhia. Deste total, R$ 2,025 bilhões foram provenientes da venda de novas ações, e por isso, irão direto para o caixa da companhia.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:HAPV3) nesta terça-feira (20). Confira o comunicado na íntegra.

O valor representa um desconto de 1,83% em relação ao fechamento das ações da Hapvida no pregão de ontem, em R$ 15,28. A empresa vai colocar no mercado 135.000.000 novas ações, além de outras 45.000.000 que foram vendidas por alguns de seus acionistas. O lote inicial contava com 133.333.334 ações, entre a oferta primária e a secundária, mas no preço estabelecido, houve demanda suficiente para que a empresa adicionasse o lote suplementar.

A oferta teve esforços restritos de distribuição, e os recursos que irão para o caixa da companhia serão aplicados na estrutura da Hapvida ou de empresas que ela acaba de adquirir ou deve comprar em breve. Além disso, a empresa pode utilizar parte dos recursos para futuras aquisições e para fortalecer seu caixa.

O follow on veio após o fechamento de um acordo de fusão entre a empresa e a Notre Dame Intermédica, sua maior rival entre as operadoras de saúde totalmente verticalizadas. A empresa resultante, com valor de mercado de R$ 110 bilhões, terá 53,6% do capital nas mãos dos atuais acionistas da Hapvida, e 46,4% com os da Intermédica, que receberão no processo 5,2490 ações da Hapvida para cada papel da Intermédica que possuírem, e o valor de R$ 6,45.

A oferta da Hapvida teve como coordenador líder o BTG Pactual, em conjunto com o Bank of America, o Itaú BBA, a XP Investimentos, o Credit Suisse e o Citi. Os bancos realizaram esforços de distribuição das ações a investidores estrangeiros.

Com a oferta, o capital social da Hapvida passou a ser de R$ 7.850.521.456,50, dividido em 3.849.929.530 ações.

Informações Broadcast

A Hapvida pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 14 de maio.

Lucro líquido de R$ 785,3 milhões em 2020, queda de 7,8%

A administradora de planos de saúde Hapvida teve lucro líquido de R$ 785,3 milhões em 2020, em queda de 7,8% sobre o lucro líquido de R$ 851,8 milhões em 2019.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

No ano inteiro de 2020, a receita líquida da companhia foi de R$ 8,55 bilhões, crescimento de 51,8% sobre 2019. O Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – alcançou R$ 2,01 bilhões, ganho de 63,8% sobre um ano antes.

Deixe um comentário