Light aprova a distribuição de dividendos mínimos no valor de R$ 164 milhões

LinkedIn

A Assembleia Geral da Light aprovou a distribuição de dividendos mínimos obrigatórios no valor de R$ 164.331.478,67 equivalentes a R$ 0,44109282 por ação ordinária.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:LIGT3), nesta quinta-feira (29).

Os dividendos serão pagos de acordo com as posições acionárias existentes no encerramento do pregão da B3 no dia 29 de abril de 2021 (data-base).

As ações serão negociadas ex-dividendos a partir do dia 30 de abril.

O pagamento será realizado até o final do exercício social de 2021.

A Light pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

Lucro líquido de R$ 493 milhões em 2020, alta de 178%

A elétrica Light registrou lucro líquido de R$ 493 milhões em 2020, alta de 178% sobre 2019.

Em 2020, a receita líquida avançou 2,7%, para R$ 11,8 bilhões, e o Ebitda aumentou 28,3%, para R$ 2,2 bilhões.

4T20

A Light apresentou um lucro líquido recorrente de R$ 235 milhões no quarto trimestre de 2020, revertendo prejuízo de R$ 48 milhões no mesmo período do ano anterior, contando com a ajuda do reconhecimento de montantes de um acordo relacionado ao déficit hídrico com o governo.

Na unidade geradora de energia da Light, houve um aumento relevante no lucro, em razão do reconhecimento do registro do ativo intangível referente ao acordo, no valor de R$ 433,8 milhões.

Deixe um comentário