Produção brasileira de grãos na safra 2020/21 deve atingir recorde de 273,93 milhões de toneladas

LinkedIn

A produção brasileira de grãos e cereais na safra 2020/21 deve atingir recorde de 273,93 milhões de toneladas, estima a consultoria Datagro. Se confirmado, o volume vai representar 3% de incremento em relação à temporada 2019/20, estimada pela consultoria em 266,78 milhões de toneladas.

A consultoria projeta que a área plantada tenha crescido 3,1%, de 68,85 milhões de hectares em 2019/20 para 68,88 milhões de hectares em 2020/21.

Em relação às oleaginosas, a Datagro estima área plantada de 40,66 milhões de hectares (alta de 3% ante 2019/20) e produção de 142,73 milhões de toneladas (+5% ante 2019/20). De soja, a Datagro espera produção de 136,14 milhões de toneladas, 6% superior ao colhido em 2019/20, e área de 38,90 milhões de hectares, aumento de 4%. A consultoria acrescenta que a colheita da oleaginosa no País atingiu até 16 de abril 91,3% da área projetada. O resultado representa avanço de 4,1 pontos porcentuais ante a semana anterior, mas está abaixo dos 95,4% de 2020 e acima dos 89,4% da média para os últimos 5 anos.

Quanto aos cereais, a consultoria prevê área plantada de 28,22 milhões de hectares (+3% ante 2019/20) e colheita de 131,19 milhões de toneladas, praticamente estável frente a 2019/20. No caso do milho, a Datagro projeta aumento de 3% na área plantada, passando de 18,98 milhões de hectares para 19,63 milhões de hectares. Já a produção deve recuar 1% ante o recorde colhido em 2020 para 105,76 milhões de toneladas.

A Datagro informa que a colheita de milho de verão alcançou até 16 de abril 83% da área projetada no Centro-Sul, contra 76% na semana passada. O ritmo continua abaixo do observado em 2020, de 96% de área colhida em igual período do ano passado, e da média de 5 anos, de 88%.

“As maiores incertezas ainda ficam para a safra de inverno, em função da expectativa de chuvas mais escassas em abril e maio e da previsão de inverno mais rigoroso. Neste caso, já começamos a ajustar para baixo a produtividade na safrinha de milho, mas ainda trabalhamos com relativa normalidade para o trigo”, comenta em nota o coordenador de Grãos da Datagro, Flávio Roberto de França Junior.

(Com informações do Broadcast, Reuters, AG. Brasil)

Deixe um comentário