Bolsas europeias fecham em queda com as preocupações sobre um aumento na inflação

LinkedIn

As ações europeias fecharam em baixa nesta segunda-feira, com os investidores globais ponderando as preocupações sobre um aumento na inflação e um aumento nos casos de coronavírus, em grande parte atribuídos à disseminação de uma variante que surgiu na Índia.

O Stoxx 600 pan-europeu fechou em alta de 1,19%, aos 442.52 pontos, as principais bolsas fechadas em território negativo os estoques de viagens e lazer caíram 2,25%.

 Os mercados europeus estão seguindo o sentimento fraco em outros lugares, os contratos futuros de ações dos EUA caíram ligeiramente nas primeiras negociações de pré-mercado de hoje, após a liquidação da semana passada, provocada pelo nervosismo da inflação.

Os mercados na Ásia-Pacífico foram misturados, já que os investidores monitoraram os dados econômicos chineses e os casos da Covid em países como Taiwan.

A economia da China continua a crescer, mas a um ritmo menor do que o esperado, em função da pandemia. A produção industrial cresceu 9,8% na base anual em abril, acima do consenso de 9,1%, mas inferior ao aumento de 14,1% em março. As vendas do varejo aumentaram 17,% na base anual no mesmo período, ante previsão de 24,4% e abaixo dos 32,4% em março. Também perdura o temor da inflação.

O coronavírus continua sendo uma preocupação importante para os investidores à medida que as economias reabrem. O Reino Unido está facilitando ainda mais o bloqueio, com pubs e restaurantes programados para reabrir aos clientes para refeições. Museus e cinemas também podem reabrir.

No que diz respeito aos lucros, a Ryanair disse ter visto um “forte retrocesso” nas reservas nas últimas semanas, mas informou um prejuízo líquido de 815 milhões de euros (US$ 989 milhões) no ano inteiro, com as restrições da Covid-19 reduzindo seus níveis de tráfego 81%.

Euro Stoxx 50 (STOXX:SX5E) índice formado pelas 50 ações com maior liquidez, fechou em baixa de 0,2%, sendo cotado a 4.009,13.

Confira o Ranking dos papéis que mais subiram e caíram na Euronext.

O índice FTSE 100 (FTSE:UKX), principal indicador de desempenho do mercado acionário do Reino Unido representando a variação das cem principais companhias da Inglaterra, fechou em baixa, cotado a 7.032,85. Veja o desempenho de todos os ativos da terra da rainha.

Em Paris, o Índice CAC 40 (EU:PX1), composto por ações das 40 maiores companhias negociadas na Bolsa de Valores da Euronext Paris, caiu 0,3%.

Na Itália, o índice BIT (BITI:FTSEMIB), composto por ações das 40 maiores companhias negociadas na Bolsa de Valores de Milão, representando 10 diferentes setores da economia italiana valorizou 0,4%.

Confira o Toplist da principal bolsa italiana.

Na Alemanha, o índice DAX (DBI:DAX), composto pelas ações das 30 de empresas negociadas na Bolsa de Valores de Frankfurt (Deutsche Börse), fechou em baixa de 0,1%, sendo cotado a 15.396,62. Confira o ranking completo dos papéis negociados na Alemanha.

 (Com informações da CNBC e BDM)

Deixe um comentário