Aliansce Sonae (ALSO3): queda de 59,6% do lucro líquido no 1T21, para R$ 41,8 milhões

LinkedIn

O lucro líquido atribuível aos sócios controladores da Aliansce Sonae caiu 59,6% no primeiro trimestre de 2021, para R$ 41,8 milhões no mesmo período.

A receita líquida chegou a R$ 197 milhões, queda de 14,1% no comparativo anual.

O ebtida – lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação – registrou retração de 14,1%, para R$ 197 milhões, devido ao resultado operacional que foi afetado pela nova onda de fechamentos e restrições de funcionamento nos shoppings.

A companhia informou que durante o primeiro trimestre, o Brasil enfrentou um novo agravamento da crise de covid-19 e, consequentemente, seu portfólio de shoppings passou por uma nova onda de fechamentos e restrições operacionais.

Com isso, os empreendimento funcionaram, em média, por 74% do horário regular, impactando o movimento de retomada que foi observado nos dois últimos trimestres de 2020.

“Os shoppings do estado de São Paulo e da cidade de Belo Horizonte foram os mais afetados e permaneceram fechados por praticamente todo o mês de março”, destaca o documento.

Além disso, no primeiro trimestre desse ano, o NOI da companhia foi de R$ 141,5 milhões, uma queda de 24% na base anual, “refletindo os impactos comentados anteriormente sobre a receita e a manutenção da disciplina da companhia em controlar custos”.

As despesas financeiras totalizaram R$ 36,6 milhões, uma redução de 8% comparativo anual explicada, segundo relatório de resultado da empresas, pelas ações de gestão de passivos e pela retração da taxa básica de juros.

Ao final de março a companhia registrou 95,2% da taxa de ocupação.

Os resultados da Aliansce Sonae (BOV:ALSO3) referente suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 12/05/2021. Confira o Press Release completo!

Deixe um comentário