Copasa (CSMG3): lucro líquido de R$ 219,7 milhões no 1T21, alta de 36,7%

LinkedIn

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) registrou lucro líquido de R$ 219,7 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 36,7% sobre o mesmo intervalo do ano passado.

A receita líquida atingiu R$ 1,282 bilhão, alta de 6% sobre o mesmo intervalo de 2021.

Já o Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – somou no período R$ 520,197 milhões, avanço de 9,5% sobre o primeiro trimestre de 2020.

Entre janeiro e março, o resultado financeiro ficou negativo em R$ 47,769 milhões, uma melhora em relação ao resultado financeiro negativo de R$ 92,688 milhões de igual período do ano passado.

Em março de 2021, a Copasa somava 640 concessões para a prestação dos serviços de abastecimento de água e 310 concessões para a prestação dos serviços de esgotamento sanitário.

De acordo com a companhia, ao fim do primeiro trimestre, 77,5% das receitas líquidas de água e esgoto eram provenientes de concessões cujos prazos de vencimentos ocorrem após janeiro de 2034. Na mesma data, encontravam-se vencidas concessões referentes a 69 municípios, representando cerca de 3,2% das receitas de água e esgoto.

Os resultados da Copasa (BOV:CSMG3) referentes suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 04/05/2021. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

Credit Suisse

O Credit Suisse destacou que a Copasa entregou um resultado muito melhor do que o esperado para o primeiro trimestre de 2021, impulsionado principalmente pelo impacto do ajuste de tarifas, aumento de volume e provisões mais baixas do que o esperado para inadimplência. Os resultados começaram a refletir um cenário melhor em relação ao pico da pandemia, e a taxa de inadimplência voltou aos níveis normalizados.

A recomendação do Credit é neutra, com preço-alvo de R$ 17,03.

Deixe um comentário