Irani aprova contratação com a Finame no valor de até R$ 484 milhões

LinkedIn

O Conselho de Administração da Irani aprovou a contratação de financiamento com a Agência Especial de Financiamento Industrial (Finame), subsidiária do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de até R$ 484 milhões.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:RANI3) na sexta-feira (28). Confira o comunicado na íntegra.

Os recursos serão destinados à execução dos investimentos previstos na Plataforma Gaia. A concessão do financiamento em favor da companhia foi aprovada pela diretoria do Finame em 27 de maio de 2021. As principais condições do financiamento contratado são as seguintes: o prazo de utilização é de 2 anos, contados da data da formalização jurídica da operação, podendo ser prorrogado, a critério do Finame, por até 12 meses.

O prazo de carência é de até 36 meses contados a partir do 15º dia imediatamente subsequente à data do protocolo do pedido de liberação de recursos referente a cada subcrédito.

O prazo total do financiamento é de até 192 meses, no caso de aquisição e comercialização dos itens financiáveis na Linha  BNDES Finame Baixo Carbono, Máquinas 4.0, Energia Renovável, demais BKs, ônibus e caminhões.

Irani (RANI3): lucro líquido de R$ 56,7 milhões no 1T21 com crescimento da receita e margem bruta

Irani Papel e Embalagem registrou lucro líquido de R$ 56,7 milhões no primeiro trimestre deste ano. Os principais impactos no lucro líquido deste trimestre foram relacionados ao crescimento da receita líquida de vendas e ao crescimento percentual da margem bruta.

receita operacional líquida foi de R$ 356,1 milhões, um aumento de 50,7% na comparação anual. De acordo com a Irani, a receita líquida foi impulsionada principalmente em função do crescimento dos preços dos produtos nos segmentos Embalagem de Papelão Ondulado e Papel para Embalagens além do câmbio mais favorável para a parcela de vendas destinada à exportação. O aumento do volume e de preços do segmento Florestal RS e Resinas também contribuiu para o crescimento da receita líquida no período.

No mercado interno, a receita operacional líquida foi de R$ 297.542 mil no trimestre e mostrou aumento de 53,6% quando comparada à do 1T20 e 17,3% em relação à do 4T20.

Deixe um comentário