Itaúsa divulga os pagamentos dos dividendos trimestrais relativos ao exercício social de 2021

LinkedIn

A Itaúsa divulgou que os pagamentos dos dividendos trimestrais relativos ao exercício social de 2021, no valor de R$ 0,02 por ação, serão realizados conforme cronograma abaixo, sem retenção de imposto de renda na fonte:

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:ITSA4) na terça-feira (25). Confira o comunicado na íntegra.

Data- base
31.05.2021
31.08.2021
30.11.2021
28.02.2022

Data de Pagamento
01.07.2021
01.10.2021
03.01.2022
01.04.2022

Obs: conforme Política de Remuneração aos Acionistas da Companhia, os pagamentos trimestrais são efetuados a título de antecipação do dividendo obrigatório do exercício, que será apurado após o fechamento do balanço patrimonial anual.

Forma de pagamento:

– para os Acionistas registrados nos livros da Companhia com dados cadastrais e bancários atualizados, o pagamento será efetuado mediante crédito nas contas por eles indicadas;

-para os Acionistas registrados na Central Depositária da B3, o pagamento será efetuado diretamente à referida Central Depositária, que os repassará aos Acionistas titulares por intermédio de seus agentes de custódia.

Os Acionistas com dados cadastrais ou bancários desatualizados deverão:

-se registrados nos livros da Companhia: comparecer na agência do Itaú de sua preferência;

-se registrados naB3: procurar a corretora onde mantém sua posição em custódia.

Recordamos que os Acionistas da Itaúsa, também correntistas do Itaú e com ações no ambiente escritural, podem investir automaticamente os dividendos na compra de ações por meio de adesão ao Programa de Reinvestimento de Dividendos–PRD(*).

Lucro líquido recorrente de R$ 2,4 bilhões, alta de 123%

O lucro líquido recorrente da Itaúsa, que exclui itens extraordinários e considera as participações nas subsidiárias Itaú Unibanco, Duratex, Elekeiroz, Copagaz e Itautec, foi de R$ 2,4 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 123% na comparação com igual período do ano passado.

“As companhias do portfólio apresentaram novamente resiliência nos resultados operacionais. No setor financeiro, foi possível observar desempenho saudável de margem financeira e menor volume de perdas esperadas com operações de crédito, além da gestão eficiente das despesas gerais e administrativas.

“Em bens de consumo e materiais para construção civil, Alpargatas e Duratex apresentaram aumentono volume de vendas,na receita líquida e no ebitda, mesmo com pressões no custo de alguns insumos, e foi o melhor primeiro trimestre da história da Duratex”, disse, em relatório enviado à CVM.

A companhia também reportou crescimento de receita nos segmentos de distribuição e transporte de gás, NTS e Copagaz.

Deixe um comentário