Minoritários da Vale elegem quatro nomes para conselho de administração da empresa

LinkedIn

Os acionistas minoritários da Vale (BOV:VALE3) elegeram todos os quatro nomes que haviam indicado para o conselho de administração da mineradora para o período 2021-2023.

São eles: Roberto Castello Branco (ex-presidente da Petrobras), Marcelo Gasparino (reeleito para um segundo mandato), Rachel Maia (ex-CEO da Lacoste e conselheira do BB e do Grupo Soma) e Mauro Cunha (ex-presidente da Amec).

As outras oito vagas foram preenchidas por nomes indicados pela companhia: José Maurício Coelho (presidente da Previ), Fernando Buso (Bradespar), Ken Yasuhara (ex-diretor da Mitsui), José Luciano Penido (ex-CEO da Samarco),  Eduardo Rodrigues (sócio da CWH Consultoria e ex-diretor da Rio Tinto), Murilo Passos (chairman da São Martinho e da Tegma), Roger Downey (ex-presidente da Vale Fertilizantes) e o britânico Ollie Oliveira (que trabalhou na Anglo American e DeBeers).

Vale supera estimativa e registra lucro de US$ 5,546 bilhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 2.220%

mineradora Vale registrou lucro líquido de US$ 5,546 bilhões, 2.220% em relação aos US$ 239 milhões do mesmo período de 2020. No trimestre anterior, a mineradora havia registrado ganhos de US$ 739 milhões.

Em reais, o lucro somou R$ 30,564 bilhões no primeiro, ante R$ 984 milhões no mesmo período de 2020.

Segundo a empresa, o lucro ficou acima principalmente devido a (a) despesas de Brumadinho, (b) encargos de impairment nos ativos dos negócios de Níquel e Carvão, ambos no 4T20, e (c) maior resultado financeiro, apesar do impacto da desvalorização cambial do Real em 9,6% na marcação a mercado de nossas posições de derivativos. Esses efeitos foram parcialmente compensados pelo menor EBITDA ajustado proforma.

Deixe um comentário