PDG Realty (PDGR3): prejuízo líquido de R$ 220,3 milhões no 1T21, avanço de 20,5%

LinkedIn

A PDG Realty — em recuperação judicial — registrou prejuízo líquido atribuído aos sócios controladores de R$ 220,3 milhões no primeiro trimestre deste ano, avanço de 20,5% sobre a perda de R$ 175 milhões apurada em igual período do ano passado.

Por outro lado, a companhia registrou lucro bruto de R$ 12,4 milhões, ante resultado negativo de R$ 2,8 milhões no mesmo período de comparação.

A receita líquida de vendas avançou 98% entre os trimestres, para R$ 92,9 milhões.

O custo dos bens e/ou serviços vendidos avançaram 62% , para R$ 80,5 milhões.

As despesas operacionais também cresceram, 194,7%, para R$ 106, milhões.

O ebit – resultado antes do resultado financeiro e dos tributos – ficou negativo em R$ 94,2 milhões de janeiro a março deste ano, avanço de 142% ante o mesmo intervalo do ano passado.

Em relatório de resultados, a companhia informou que as vendas brutas somaram R$ 35 milhões no primeiro trimestre, representando um aumento de 40% em relação ao valor registrado no quarto trimestre de 2020.

Mas ponderou que com o agravamento da pandemia, principalmente em fevereiro e março, notou maior impacto nas vendas.

“Porém, conseguimos manter as vendas em linha com nossa previsão para o trimestre. Aceleramos os distratos no primeiro trimestre para aumentar o volume de unidades disponíveis para venda. Assim, as vendas líquidas somaram R$ 3 milhões no primeiro trimestre, 75% menor do que o quarto trimestre de 2020”, informou.

Os resultados da PDG Realty (BOV:PDGR3) referente suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 14/05/2021. Confira o Press Release completo!

Deixe um comentário