Restoque (LLIS3): prejuízo líquido de R$ 38 milhões no 1T21, queda de 19,4%

LinkedIn

A Restoque teve queda de 19,4% do prejuízo na comparação anual, passando de R$ 47,1 milhões no primeiro trimestre de 2020 para R$ 38 milhões no primeiro trimestre de 2021.

A receita líquida veio 19,5% menor na comparação ano a ano, com o montante atingindo R$ 167,9 milhões. O desempenho foi afetado pelas medidas restritivas impostas pelos governos estaduais para conter o avanço da Covid-19, o que resultou em queda de faturamento.

Além disso, o mercado elevou os descontos na tentativa de recuperar as vendas durante o período em que as lojas ficaram fechadas para equilibrar os níveis de estoque. Isso levou a uma queda de 14 pontos percentuais na margem Ebitda.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização permaneceu positivo em R$ 3,2 milhões (embora represente uma queda expressiva de mais de 90% comparado ao resultado de um ano atrás) após a implementação de medidas de redução de gastos.

O indicador SSS (Vendas Mesmas Lojas) apresentou queda de 18,1% no trimestre. As venda digitais foram o destaque do período, com crescimento de 156% na comparação ano a ano. Os canais online tiveram faturamento recorde de R$ 35 milhões, representando 24% das vendas do canal B2C (Business to Consumer).

“Modalidades como venda por WhatsApp em 100% das lojas, cupom vendedor e prateleira infinita, somadas às evoluções nos indicadores operacionais, alavancaram o resultado”, afirmou a Restoque.

Ao fim do trimestre, a companhia somava 224 lojas próprias, 28 a menos do que no início do ano passado.

Os resultados da Restoque (BOV:LLIS3) referente suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 14/05/2021. Confira o Press Release completo!

Deixe um comentário