Tupy: S&P mantém rating em BB na escala global e brAAA na escala nacional, mudando a perspectiva de negativa para estável

LinkedIn

A Tupy informou que a agência de rating S&P Global, manteve o rating da Companhia em “BB” na escala global e “brAAA” na escala nacional, revisando a perspectiva de negativa para estável.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:TUPY3) nesta sexta-feira (28).

A agência também manteve em “BB” o rating das senior unsecured notes com vencimento em 2031.

Prejuízo de R$ 15 milhões no primeiro trimestre, impactados por despesas financeira não recorrentes

A Fundição Tupy, que fabrica cabeçotes e blocos de motores, teve prejuízo líquido de R$ 14,9 milhões, ante prejuízo de R$ 207,5 milhões no 1T20. O resultado foi impactado por despesas financeiras não recorrentes no valor de R$ 58 milhões, relacionadas ao prêmio de resgate antecipado e juros pro-rata da Senior Notes com vencimento em 2024.

Em fevereiro, a Companhia emitiu título de dívida com vencimento em 2031 e taxa de 4,5% a.a., com redução de despesas financeiras no valor de US$ 6 milhões ao ano nos próximos 10 anos.

receita operacional líquida foi de R$ 1,5 bilhão, um aumento de 41,3% na comparação anual, registrando a maior receita líquida da história, decorrente do aumento dos volumes, desvalorização cambial e repasse de custos com materiais.

No 1T21, 66% das receitas tiveram origem na América do Norte. Por sua vez, as Américas do Sul e Central representaram 18% e a Europa, 12%. Os demais 4% provieram da Ásia, África e Oceania.

“Foi um trimestre muito bom para a companhia”, destacou Rizzo, informando que, em volume de produtos despachados, a empresa registrou crescimento de 15% sobre o mesmo trimestre do ano passado. Ele lembra que as operações da Tupy começaram a ser afetadas pela pandemia de covid-19 somente no fim de março de 2020.

Deixe um comentário