Braskem anuncia oferta de recompra de seus bônus de 3,500% com vencimento em 2023 e 2041

LinkedIn

Braskem anuncia o início da oferta de recompra de toda e qualquer posição em aberto de seus bônus de 3,500% com vencimento em 2023 emitidos pela Braskem.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BRKM5) nesta sexta-feira (11). Confira o documento na íntegra.

A companhia deu início a oferta de compra de bônus internacionais com vencimentos em 2023 e 2041.

Segundo comunicado publicado no site da CVM, o pagamento será feito com caixa próprio da petroquímica. No caso do bônus 2023, que tem saldo em aberto de US$ 206,895 milhões, a recompra será feita pela Braskem Netherlands Finance B.V.

A Braskem America Finance Company vai recomprar os papéis 7,125%, com vencimento em 2041, cuja posição em aberto é de US$ 750 milhões.

Lucro de R$ 2,49 bilhões no 1T21, revertendo prejuízo

Braskem, maior produtora de resinas das Américas, teve lucro líquido de R$ 2,49 bilhões no primeiro trimestre, revertendo o prejuízo de R$ 3,65 bilhões um ano antes, na esteira da melhora dos spreads petroquímicos no Brasil, Estados Unidos, Europa e México, da melhora do resultado financeiro e da monetização de R$ 761 milhões em créditos de PIS e Cofins.

“A esses impactos positivos, se contrapõem, principalmente a variação negativa do capital de giro, principalmente em função do impacto do aumento do preço de resinas e principais químicos no mercado internacional em contas a receber e do impacto do aumento do preço da nafta no custo do produto acabado em estoques”, diz a Braskem que cita ainda o maior pagamento de juros no trimestre, que foi superior ao último trimestre de 2020 por conta do pagamento de juros de bonds emitidos pela companhia em 2020.

receita líquida  avançou 80%, a R$ 22,7 bilhões nos três primeiros meses do ano, na comparação anual, enquanto o resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recorrente saltou de R$ 1,28 bilhão para R$ 6,94 bilhões.

Deixe um comentário