Light anuncia precificação de oferta no valor de US$ 600 milhões

LinkedIn

A Light anunciou a precificação de oferta no mercado internacional de notes units, compreendidas por senior notes emitidas pela Light SESA e pela Light Energia.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:LIGT3) nesta terça-feira (15). Confira o documento na íntegra.

As Notes Units serão emitidas no mercado internacional no valor total de US$ 600 milhões, em títulos da dívida de 5 anos, com opção de recompra em três anos, consistindo de senior notes no valor de USS 400 milhões de emissão da Light SESA e senior notes no montante de US$ 200 milhões com garantia fidejussória da Light.

As Notes Units terão vencimento em 18 de junho de 2026 e farão jus a juros remuneratórios semestrais de 4,375% ao ano.

Os recursos obtidos com a emissão, acrescenta a companhia em comunicado ao mercado, serão utilizados pela Light SESA e Light Energia para o pagamento de dívidas, incluindo as notes emitidas com vencimento em 2023, e para fins corporativos gerais.

Citigroup, Itaú BBA, Morgan Stanley e Santander são coordenadores globais, e o Bradesco BBI, o UBS Investment Bank e a XP Inc são coordenadores adjuntos.

Os bonds receberam notas Ba3 pela Moody’s e BB- pela Fitch.

Prejuízo líquido de R$ 41,8 milhões no 1T21, revertendo lucro

Light registrou prejuízo líquido de R$ 41,8 milhões, nos primeiros três meses deste ano depois de ter lucrado R$ 166,7 milhões no primeiro trimestre de 2020.

Segundo a companhia, o resultado foi reflexo, principalmente, do desempenho da área de distribuição, que fechou com prejuízo de R$ 100,7 milhões entre janeiro e março, ante um lucro de R$ 62 milhões um ano antes. A Light explicou que esse prejuízo foi decorrente das perdas registradas com a marcação a mercado das operações de swap das dívidas em moeda estrangeira.

Tais perdas também ocorreram na área de geração, cujo lucro líquido caiu 56,3% frente ao primeiro trimestre do ano passado, de R$ 93,5 milhões para R$ 40,8 milhões.

receita líquida bateu R$ 3,51 bilhões, crescendo 21,2% na comparação anual.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 419,8 milhões, em uma retração de 9,9% na base anual.

Deixe um comentário