Ouro fecha em alta enquanto os investidores avaliam a visão de política do Fed

LinkedIn

Os contratos de ouro para agosto fecharam em leve alta de 0,16%, recuperando o patamar de US$ 1,800 a onça-troy na Comex: US$ 1,807,70. O desempenho é atribuído à queda dos yields do Tesouro, em dia de agenda esvaziada e aversão ao risco.

O ouro sofreu sua maior queda diária no inicio do dia em cinco meses após o Fed sinalizar um aperto de política antes do esperado em 16 de junho.

No entanto, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que a inflação não seria o único determinante nas decisões sobre taxas de juros.

Enquanto isso, os gastos do consumidor dos EUA pararam em maio, com a principal medida de inflação do Fed subindo o máximo em 29 anos. Os preços do ouro subiram até 0,8% na sexta-feira após os dados.

O índice do dólar ganhou 0,2% hoje, tornando o ouro menos acessível para outros detentores de moeda.

O Departamento do Trabalho dos EUA deve anunciar que as folhas de pagamento não-agrícolas aumentaram para 675.000 em junho, após um aumento de 559.000 em maio.

Entre outros metais preciosos, a prata caiu -0,2% para US$ 26,02 por onça, a platina caiu -1,2% para US$ 1.098 e o paládio subiu 0,2% para US$ 2.642,17.

(Com informações do BDM e CNBC)

Deixe um comentário