Top 5 criptomoedas para ficar de olho nesta semana: BTC, ADA, SOL, MATIC, KLAY

LinkedIn

O índice de preços de despesas de consumo pessoal (PCE) dos EUA aumentou 0,5% em maio, abaixo das estimativas de mercado de 0,6%. No entanto, quando comparado ano a ano, o índice PCE subiu para 3,4%, registrando seu maior ganho desde 1991.

Enquanto o Banco Central dos EUA (Fed) espera que a inflação seja transitória, os analistas do Bank of America (BofA) diferem em suas estimativas. O banco prevê que a inflação nos EUA permanecerá alta, na faixa de 2% a 4%, pelos próximos dois a quatro anos e acredita que o Fed aumentará as taxas nos próximos seis meses, barrando um crash do mercado financeiro.


Visão diária dos dados do mercado cripto.  Fonte: Coin360

Se a inflação permanecer elevada, os investidores provavelmente se concentrarão no Bitcoin (BTC) para proteger suas carteiras. Um relatório da CoinShares publicado em 21 de junho disse que estava incerta sobre a inflação nos próximos cinco anos, mas acreditava que “adicionar Bitcoin e outros ativos reais como uma medida prudente para proteger as carteiras do risco de cauda da inflação fora de controle”.

Embora o risco de curto prazo permaneça, algumas criptomoedas podem oferecer oportunidades de negociação de curto prazo para os traders. Durante a fase de baixa, os traders podem se concentrar em registrar os lucros em intervalos regulares, em vez de esperar por altas inesperadas. Vamos estudar os gráficos das 5 principais criptomoedas que podem apresentar alta de curto prazo nos próximos dias.

BTC/USDT

O Bitcoin (COIN:BTCUSD) caiu para a zona de suporte de US$ 28.000 a US$ 31.000 em 26 de junho, mas o sinal positivo é que os touros novamente compraram essa queda. Isso sugere que os compradores estão acumulando em níveis mais baixos.


Gráfico diário de BTC/USDT Fonte: TradingView

Os touros agora tentarão empurrar o preço acima da média móvel exponencial de 20 dias (US$ 35.148). Se eles conseguirem, isso vai sugerir que a pressão de venda pode estar diminuindo. A divergência positiva no índice de força relativa (RSI) também aponta para um possível rali de alívio.

Uma quebra acima da MME de 20 dias poderia abrir as portas para um movimento para a zona de resistência rígida em US$ 40.000 a US$ 42.451,67. A média móvel simples de 200 dias (US$ 43.505) está logo acima desta zona, portanto, os touros podem ter dificuldade em escalar acima dela.

Isso aponta para uma possível consolidação entre US$ 28.000 e US$ 42.451,67 para os próximos dias. Quanto mais tempo o preço for negociado neste intervalo, mais forte será o próximo rompimento dele. A tendência favorecerá os ursos se eles puderem afundar e manter o preço abaixo de US$ 28.000.


Gráfico de 4h de BTC/USDT. Fonte: TradingView

O gráfico de 4 horas mostra que os touros estão tentando formar um fundo mais alto em US$ 30.000. A EMA 20 se achatou e o RSI está perto do ponto médio, sugerindo que os vendedores estão perdendo o controle.

Se os touros mantiverem o preço acima da EMA20, o par BTC/USDT pode subir para a SMA 200. O rompimento dessa resistência pode atrair mais compras, o que pode empurrar o preço para US$ 40.527. Essa visão otimista será invalidada se os ursos afundarem o preço abaixo de US$ 30.000.

ADA/USDT

Cardano (ADA) fez um repique no suporte de US$ 1 em 22 de junho, indicando forte acumulação perto deste nível. No entanto, os touros não conseguiram empurrar o preço acima da MME de 20 dias (US$ 1,39) em 24 e 25 de junho, sugerindo que os ursos estão defendendo a resistência.


Gráfico diário de ADA/USDT Fonte: TradingView

A queda gradual da MME de 20 dias e o RSI na zona negativa sugerem que os ursos estão em vantagem. O par ADA/USDT pode testemunhar uma liquidação dos comprados se os ursos afundarem e mantiverem o preço abaixo de US$ 1. Isso poderia puxar o preço para US$ 0,68 e depois para US$ 0,40.

Por outro lado, se os touros puderem empurrar o preço acima da MME de 20 dias, isso irá sugerir que a tendência de curto prazo se inclinou a favor dos touros. O par poderia subir para US$ 1,60 e, em seguida, para a forte resistência acima em US$ 1,94.


Gráfico de 4h de ADA/USDT. Fonte: TradingView

As médias móveis no gráfico de 4 horas se achataram e o RSI perto do ponto médio sugerem que a pressão de venda está reduzindo. Se os touros empurrarem o preço acima de US$ 1,40, isso indicará a possibilidade de uma formação de fundo de curto prazo. O par poderia então tentar subir para US$ 1,60 e depois US$ 1,88.

Contrariamente a esta suposição, se o preço cair do nível atual ou US$ 1,40 e cair abaixo de US$ 1,20, isso irá sugerir uma falta de compradores em níveis mais altos. O par pode então cair para o suporte crítico de US$ 1.

SOL/USDT

A cauda longa do candle da Solana (COIN:SOLUSD) de 22 de junho mostra que os traders estão defendendo agressivamente a SMA de 200 dias (US$ 20). No entanto, o rali de alívio não pode não ultrapassar a MME de 20 dias (US$ 33), indicando que os ursos estão vendendo as altas.


Gráfico diário de SOL/USDT Fonte: TradingView

Os compradores estão tentando formar uma mínima mais alta em US$ 26,65. Se eles puderem empurrar e sustentar o preço acima da MME de 20 dias, o par SOL/USDT pode ganhar impulso e subir para a linha de tendência de baixa e depois para US$ 44.

No entanto, a queda da MME de 20 dias e o RSI no território negativo sugerem que os ursos terão outros planos. Eles vão tentar defender a MME de 20 dias e afundar o preço abaixo de US$ 26,65. Se este suporte quebrar, o par pode cair para US$ 21,10.

Um forte repique neste suporte irá sugerir que os touros estão se acumulando nas baixas. O par poderia então consolidar entre US$ 21,10 e US$ 44 nos próximos dias.


Gráfico de 4h de SOL/USDT Fonte: TradingView

A EMA20 no gráfico de 4 horas se estabilizou e o RSI está perto do ponto médio, indicando um equilíbrio entre compradores e vendedores. Este equilíbrio pode inclinar-se a favor dos touros se eles empurrarem e mantiverem o preço acima de US$ 33.

Tal movimento poderia abrir caminho para um movimento para a linha de tendência de baixa e depois para US$ 42. Por outro lado, se o preço cair do nível atual ou US$ 33, os ursos tentarão quebrar o suporte em US$ 26,65. Se isso acontecer, a vantagem pode pender a favor dos ursos.

MATIC/USDT

A Polygon (COIN:MATICUSD) tem sido negociada abaixo da MME de 20 dias (US$ 1,29) nos últimos dias, mas o sinal positivo é que os touros não permitiram que o preço caísse para a mínima de 23 de maio, de US$ 0,74. Isso sugere uma falta de vendedores nos níveis atuais.


Gráfico diário de MATIC/USDT Fonte: TradingView

Se os touros se reagruparem e empurrarem o preço acima da linha de tendência de baixa, isso indicará que a correção pode ter acabado. O par MATIC/USDT poderia então subir para US$ 1,71 e, mais tarde, para a resistência psicológica em US$ 2.

No entanto, os ursos podem ter outros planos. A queda da MME de 20 dias e o RSI na zona negativa sugerem que os vendedores estão em vantagem. Se afundarem o preço abaixo de US$ 0,92, o par pode cair para a zona de suporte de US$ 0,74 a US$ 0,68.

Os touros tendem a defender esta zona de forma agressiva. Um forte repique irá sugerir acumulação em níveis mais baixos e os touros podem então tentar empurrar o preço acima da linha de tendência de baixa.


Gráfico de 4h de MATIC/USDT Fonte TradingView

O gráfico de 4 horas mostra que os ursos estão defendendo agressivamente a linha de tendência de baixa. A EMA 20 inclinada para baixo e o RSI na zona negativa indicam vantagem para os ursos. Se afundarem o preço abaixo de US$ 1, o par pode cair para US$ 0,92.

Por outro lado, se o preço se recupera de US$ 1, os touros farão mais uma tentativa de impulsionar o preço acima da linha de tendência de baixa. Se tiverem sucesso, isso vai sugerir que os touros estão tentando uma retomada. O par pode ganhar impulso com um rompimento e fechamento acima de US$ 1,25.

Relacionado: Com toda certeza o Bitcoin é o novo ouro, diz o terceiro homem mais rico do México

KLAY/USDT

A Klaytn (COIN:KLAYUSD) tem sido negociado abaixo da MME de 20 dias (US$ 1,02) nos últimos dias, mas o RSI está mostrando uma divergência positiva. Isso indica que os vendedores podem estar perdendo o controle.


Gráfico diário de KLAY/USDT Fonte: TradingView

Se os touros empurrarem e mantiverem o preço acima da MME de 20 dias, será uma indicação de que uma mudança de tendência é possível. No entanto, é improvável que os ursos desistam facilmente. Eles tentarão travar a recuperação na zona de US$ 1,24 a US$ 1,29.

Se o preço cair da zona de resistêcia acima, mas não cair abaixo da MME de 20 dias, isso indicará que os touros estão tentando fazer uma recuperação. O rompimento da zona de resistência pode atrair compradores, que podem então desafiar a SMA de 200 dias (US$ 1,51).

Um rompimento e fechamento acima da SMA de 200 dias indicará que a tendência de baixa pode terminar no curto prazo. Essa visão positiva será invalidada se os ursos afundarem o preço abaixo de US$ 0,72.


Gráfico de 4h de KLAY/USDT. Fonte: TradingView

O gráfico de 4 horas mostra que o par KLAY/USDT está sendo negociado dentro de um canal descendente. Os touros empurraram o preço acima do canal e da SMA 200, mas não conseguiram sustentar os níveis mais elevados.

Se os touros empurrarem e mantiverem o preço acima de EMA 20, o par pode novamente tentar subir acima do canal e da SMA 200. Se isso acontecer, o par pode iniciar uma nova tendência de alta que pode chegar a US$ 1,62.

Contrariamente a esta suposição, se o par romper abaixo de US$ 0,86, a queda pode se estender para US$ 0,72.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as visões da Cointelegraph e ADVFN. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Por Rakesh Upadhyay

Deixe um comentário