Wiz inicia a contratação de bancos para assessorar a saída da Caixa Seguridade

LinkedIn

A Wiz Soluções iniciou a contratação de bancos para assessorar a saída da Caixa Seguridade, que detém uma participação indireta em seu capital social, disseram duas fontes com conhecimento direto da situação.

De acordo com as fontes, que pediram anonimato para falar livremente sobre o assunto, Credit Suisse, BTG Pactual, Itaú BBA e UBS-BB foram abordados para assessorarem a empresa de corretagem de seguros na operação. A administração da Wiz (BOV:WIZS3) ainda não decidiu quais deles receberão o mandato. Procurados, Credit Suisse, BTG Pactual, UBS-BB e Itaú BBA preferiram não comentar.

A Wiz está avaliando dois formatos para a saída da Caixa Seguridade, para quem prestou serviços de intermediação de venda de seguros de forma exclusiva por 47 anos. Uma delas é realizar uma oferta subsequente de ações, transformando a Wiz em uma empresa de capital diluído. O segundo formato em avaliação é encontrar um novo acionista de referência para substituir a Caixa.

Procurada, a Wiz Soluções informou que não vai se posicionar. A Caixa Seguridade não comentou até o momento da publicação. Os bancos mencionados não comentaram as informações. Por volta das 16h00, as ações ordinárias da Wiz operavam em queda de 0,15%, a R$12,91, enquanto os papéis ordinários da Caixa Seguridade em queda de 0,31%, a R$12,50.

Uma oferta seria mais um passo da Wiz na direção de se reinventar após o final da parceria com a Caixa. O diretor-presidente da Wiz, Heverton Peixoto, tem encabeçado uma ofensiva para atrair novos parceiros, desenvolver novos negócios e redirecionar recursos em meio a uma mudança radical no setor de seguros graças à entrada de plataformas de investimento e o avanço da tecnologia.

Parceria

Uma das fontes disse que dois grandes bancos demonstraram interesse pela participação, sem informar os nomes. A Caixa Seguridade detém uma participação de 48,25% na Caixa Seguros Holdings, que por sua vez tem uma parcela de 25% na Wiz. Com isto, a fatia indireta da Caixa Seguridade é de 12,05%. Considerando o valor de mercado atual da Wiz, de cerca de R$2,1 bilhões, a participação vale em torno de R$253 milhões.

A parceria entre Caixa e Wiz, que data de 1973, começou a ser desfeita em agosto de 2018, quando o banco público decidiu abrir um processo competitivo para alterar a relação com o prestador de serviços. A Wiz acabou não sendo selecionada para seguir como co-corretora no balcão de seguros do banco.

Com quase 70% da sua receita vindo do balcão da Caixa, a Wiz começou a abrir novas frentes de atuação, dentro da estratégia de alavancar a distribuição de produtos financeiros e seguros em balcões de parceiros e terceiros. O acordo mais recente foi firmado com o Banco de Brasília, no qual a Wiz vai comprar participação de 50,1% em uma nova corretora a ser formada com ativos do BRB, num negócio que totaliza R$585,2 milhões.

Informações Tradersclub

Deixe um comentário