Yduqs: subsidiária IREP adquire totalidade das quotas do Grupo Athenas

LinkedIn

A Yduqs informa que sua subsidiária direta IREP Sociedade de Ensino Superior, Médio e Fundamental celebrou, instrumento particular de compra e venda para adquirir a totalidade das quotas das sociedades: Athenas Serviços Administrativos, Centro de Educação de Rolim De Moura, Centro de Educação do Pantanal, Pimenta Bueno Serviços Educacionais, União Educacional Meta, UNIJIPA – União Das Escolas Superiores de Ji-Paraná, todas integrantes do Grupo Athenas.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:YDUQ3) nesta sexta-feira (04).

O Athenas Grupo Educacional foi fundado no início dos anos 90, é formado por cinco instituições localizadas no Rio Branco (AC), JiParaná (RO), Rolim de Moura (RO), Pimenta Bueno (RO) e Caceres (MT).

Totalizando 9 mil alunos, conta com um portfólio de 67 cursos de graduação, cursos técnicos superiores (CST) e Programas de Pós-Graduação na modalidade EAD, além de um potencial para 300 vagas/ano de medicina.

As IES do grupo estão posicionadas no mercado da seguinte forma: Rio Branco como 2º maior IES e um market share de ~25%, Ji-Paraná como 2º maior IES e um market share de ~40%, Rolim de Moura como a maior IES e um market share de ~60%, Pimenta Bueno e Caceres como as únicas instituições privadas nas cidades onde estão localizadas.

O Grupo Athenas possui uma forte qualidade de ensino. Em 2017 quatro IES receberam nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), concedido pelo Ministério da Educação (MEC) com seus cursos registrando os melhores conceitos na região.

O valor acordado da transação foi de R$ 120 milhões, a serem pagas da seguinte forma: R$ 106 milhões à vista no ato da assinatura; e R$ 14 milhões no 5º aniversário da data de fechamento.

Adicionalmente, a aquisição prevê cláusula de earn-out para os cursos de medicina em R$ 600 mil por vaga autorizada, totalizando um valor potencial de R$ 180 milhões, a serem pagos após 1ª captação dos respectivos cursos.

A conclusão da Transação está sujeita a condições precedentes, incluindo a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE.

Lucro líquido de R$ 43,2 milhões, queda de 74,3% impactado por depreciação

Yduqs, antiga Estácio, reportou lucro líquido de R$ 43,2 milhões no primeiro trimestre do ano, queda de 74,3% na comparação anual, impactada pela depreciação de ativos tecnológicos.

Cerca de metade da perda de R$ 125 milhões, no período, veio dessa depreciação, uma vez que a companhia vem investindo fortemente em tecnologia. Outra parte foi decorrente de despesa financeira por conta da dívida captada para aquisição da Adtalen (R$ 35 milhões), redução do Ebitda (R$ 25 milhões) e R$ 4 milhões em impostos.

Nos três primeiros meses do ano, a receita líquida totalizou R$ 1,082 bilhão, alta de 17,2% na base anual.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – somou R$ 313,1 milhões, 7,3% inferior ao mesmo período de 2020.

Deixe um comentário