Blau Farmacêutica: Anvisa recebe pedido de uso emergencial para a vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinopharm

LinkedIn

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu pedido de uso emergencial para a vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinopharm.

De acordo com o órgão regulador, o pedido foi feito pela empresa brasileira Blau Farmacêutica (BOV:BLAU3), que representa a vacina do laboratório chinês no Brasil.

“As primeiras 24 horas serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e verificar se os documentos necessários para avaliação estão disponíveis. Se houver informações importantes faltando, a Anvisa pode solicitar as informações adicionais ao laboratório”, disse a agência em nota.

A vacina contra Covid-19 da Sinopharm usa a tecnologia de vírus inativado e é aplicada em duas doses, com intervalo de três a quatro semanas entre elas.

VISÃO DO MERCADO

XP Investimentos

A XP Investimentos afirmou que, apesar de poucas informações a respeito, a notícia do pedido de registro da vacina da Sinopharm pela Blau Farmacêutica é positiva para a empresa, pois a comercialização da vacina pode incrementar às vendas e elevar as já otimistas projeções.

No comunicado ao mercado arquivado ontem, a Blau Farmacêutica informou que submeteu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) um pedido de autorização para uso emergencial da vacina da Sinopharm (BBIBP-CorV) contra a covid-19.

A vacina é produzida a partir de um vírus inativado, assim como a Coronavac que já é autorizada no Brasil, aplicada em duas doses e, de acordo com a farmacêutica chinesa, possui eficácia de 79,34%.

A vacina foi aprovada pela OMS para uso emergencial e é um dos seis imunizantes do programa Covax Facility.

XP mantém recomendação de compra da ação e preço-alvo de R$ 64,00 para a Blau.

Informações Reuters

Deixe um comentário