Eneva busca consumidores, indústrias e distribuidoras para expandir a oferta de gás natural

LinkedIn

Pioneira ao instalar térmicas próximas a seus campos de gás natural, no Maranhão, a Eneva quer, além de vender sua produção, comercializar o insumo de parceiros.

Uma chamada pública está aberta para atrair fornecedores, que devem entregar o produto entre janeiro de 2022 e dezembro de 2024.

Na outra ponta, a Eneva busca consumidores. Indústrias e distribuidoras são potenciais clientes. A empresa está disposta, até mesmo, a investir infraestrutura para expandir a oferta de gás.

A companhia ainda não tem contratos fechados.

Mas espera que empresas de pequeno e médio porte se interessem pela estruturara de distribuição, já que, até então, estavam condicionadas a vender o gás à Petrobras. Agora, vão ter a opção de vender a outras companhias desse mercado.

A Eneva pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 05 de agosto.

Lucro líquido sobe 13% para R$ 203 milhões no 1T21

A Eneva registrou lucro líquido de R$ 203,1 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 13% em relação ao mesmo período do ano passado, com impulso da grande geração térmica da companhia em meio aos baixos níveis históricos dos reservatórios de hidrelétricas no início do ano.

A companhia iniciou o ano com 100% de suas térmicas ligadas e apenas começou a desligá-las na terceira semana de fevereiro. Com isso, o despacho médio ponderado entre janeiro e março foi de 58%, ante 50% no mesmo período do ano passado.

receita operacional líquida da companhia nos três primeiros meses do ano foi de R$ 951,4 milhões, crescimento de 1,3% na comparação anual.

Informações Estadão

Deixe um comentário