Jalles Machado aprova investimentos para expansão em 1,0 milhão de toneladas no volume de moagem em unidades industriais UJM e UOL

LinkedIn

A Jalles Machado aprovou os investimentos necessários para a expansão em 1,0 milhão de toneladas no volume de moagem em suas duas unidades industriais, Unidade Jalles Machado – UJM e Unidade Otávio Lage – UOL.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:JALL3) na quarta-feira (21). Confira o comunicado na íntegra.

Os investimentos fazem parte do plano de crescimento da Companhia com o uso dos recursos da Oferta Pública Inicial de ações (“IPO”), conforme mencionado no prospecto do IPO. Serão investidos, ao longo das Safras 2021/22, 2022/23, 2023/24 e 2024/25, o total de R$ 517,4 milhões para aumentar o volume de matéria-prima disponível e a capacidade industrial da UJM em 300,0 mil toneladas e da UOL em 700,0 mil toneladas, totalizando 1,0 milhão toneladas nas duas unidades.

Do volume total a ser investido, R$ 231,2 milhões serão nos parques industriais e armazenagem, R$ 148,2 milhões em plantio e maquinários agrícolas, R$ 45,0 milhões em irrigação objetivando ganho de produtividade, e R$ 93,0 milhões em cogeração de energia na UOL, nas operações desenvolvidas com a Albioma Codora Energia.

O escopo dos investimentos inicialmente previsto foi ampliado, decidindo a Companhia pela aquisição de uma nova caldeira de maior capacidade e outros equipamentos de cogeração, no valor total de R$ 93,0 milhões.

Com a nova caldeira será possível a substituição do recolhimento de palha por volume de bagaço incremental, que possibilitará redução de custos de aproximadamente R$ 10,0 milhões/ano, processar na UOL até 3,5 milhões de toneladas, ou seja, 500 mil toneladas a mais do que o projeto inicial, sem novos investimentos em geração de vapor em eventual novo plano de expansão, e maior flexibilidade para a produção de açúcar orgânico e convencional na UOL.

A Jalles Machado pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 16 de agosto.

Jalles Machado reporta lucro líquido de R$ 170,4 milhões no acumulado do ano-safra 2020/21

Jalles Machado reportou lucro líquido de R$ 170,4 milhões no acumulado do ano-safra 2020/21, encerrado em 31 de março. O resultado representa alta de 122,7% ante o registrado na temporada 2019/20, de R$ 76,5 milhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da companhia sucroenergética subiu 16,4% na mesma base de comparação, para R$ 709,9 milhões. A margem Ebitda foi de 65,4% na safra, recuo de 3,3 pontos porcentuais ante os 68,7% verificados na temporada 2019/20.

No quarto trimestre da safra, o lucro líquido foi recorde de R$ 71,2 milhões, ante lucro de R$ 1,2 milhão no mesmo trimestre da temporada anterior.

A receita operacional líquida do grupo alcançou R$ 318,6 milhões no trimestre, alta anual de 61%; no acumulado, o avanço foi de 22,2%, para R$ 1,085 bilhão. Já a receita bruta da empresa somou R$ 384,9 milhões no quarto trimestre da temporada, 65,8% a mais do que no mesmo trimestre da temporada 2019/20. Em toda a safra, a empresa informou ter apurado R$ 1,275 bilhão de receita bruta, superando em 17,2% os números da safra anterior.

Deixe um comentário