Livetech precifica oferta pública e movimenta R$ 450 milhões

LinkedIn

A Livetech da Bahia, empresa que atua com tecnologia wireless e segurança predial eletrônica, precificou sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) no piso da faixa indicativa, que ia de R$ 23,50 a R$ 25,75.

Segundo o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a operação consistiu na distribuição primária de 19,4 milhões de ativos ordinários e, com isso, movimentou R$ 450 milhões.

Após o IPO, o capital social da companhia passou a ser de R$ 311.706.375,27, dividido em 64.191.861 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal.

De acordo com a Livetech, os recursos serão utilizados para:

  • Investimentos de capital (Capex) para aquisição de equipamentos destinados à locação
  • Potenciais aquisições de empresas (M&As)

As ações da oferta restrita serão negociadas na B3 a partir desta segunda-feira, 26, sob o ticker (BOV:LVTC3), enquanto a liquidação física e financeira dos papéis ocorrerá amanhã (27).

Os coordenadores da oferta foram BTG Pactual (líder), Bradesco BBI, Itaú BBA e Citi.

Livetech da Bahia

Criada em 2003, a Livetech é uma companhia especializada em fornecimento de soluções tecnológicas de alta complexidade para uma variada gama de clientes no Brasil, Panamá, Colômbia e Estados Unidos.

A empresa se considera como líder no segmento de soluções para internet banda larga, segurança eletrônica, infraestrutura de redes, cibersegurança, telefonia via internet, redes wif-i e energia solar.

No acumulado de 2020, a Livetech reportou uma receita líquida de R$ 718 milhões frente aos R$ 507 milhões registrados em 2019.

Informações Trademap

Deixe um comentário