Méliuz anunciou compra da Alter Pagamentos por R$ 25,9 milhões

LinkedIn

A Méliuz anunciou a compra da Alter Pagamentos, especializada na negociação de criptoativos, por R$ 25,9 milhões.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:CASH3) nesta quinta-feira (29). Confira o comunicado na íntegra.

A aquisição, informa, tem como um de seus principais objetivos trazer para o Méliuz um time talentoso de empreendedores e de desenvolvedores, além do conhecimento em um segmento de negócios de alto crescimento que poderá contribuir como uma boa ferramenta de engajamento e atração de novos usuários para a companhia.

A Alter movimentou no primeiro semestre de 2021 R$ 184 milhões em negociações de Bitcoin, volume 14 vezes maior do que o mesmo período de 2020. Entre outros serviços, a Alter consolida em um único aplicativo uma carteira de criptomoedas com integração a uma conta digital e um cartão pré-pago.

A Alter atua desde 2018 na melhora da experiência dos usuários no uso de criptomoedas em transações financeiras do dia a dia e possui um time de 24 pessoas, sendo 9 do time de produto e desenvolvimento.

O valor da transação está sujeito a condições e ajustes ao encerramento da transação, assim como a operação está sujeita à aprovação dos acionistas da Companhia e o Contrato de Compra e Venda de Quotas está sujeito a condições suspensivas usuais para operações dessa natureza.

A Méliuz pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 16 de agosto.

Méliuz (CASH3): lucro líquido de R$ 3 milhões no 1T21, queda de 51,2%

Méliuz registrou lucro líquido de R$ 3,01 milhões no primeiro trimestre de 2021, queda de 51,2% do lucro na comparação anual. A companhia destacou o crescimento da base de usuários no período, estimulado por um forte crescimento em despesas.

No primeiro trimestre, a empresa registrou receita líquida de R$ 48,7 milhões, 54% acima dos R$ 31,6 milhões registrados um ano antes. Incluindo o negócio de marketplace internacional, fruto da aquisição do site polonês Picodi, a receita líquida foi de R$ 51,8 milhões, um avanço de 64% no período.

A receita líquida de serviços financeiros, considerando cartão de crédito e produtos mais recentes como cashback de notas fiscais e empréstimos foi de R$ 9,1 milhões, 6,5 vezes o resultado de R$ 1,4 milhão registrado um ano antes.

ebitda – lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização – teve queda 49%, para R$ 4,9 milhões, com margem de 9,5%, “explicado pela variação das despesas ao longo do trimestre”.

Informações Broadcast

Deixe um comentário