UPS supera estimativas de lucro com o impulso do e-commerce

LinkedIn

O United Parcel Service (NYSE:UPS) superou as estimativas de Wall Street para lucro e receita do segundo trimestre na terça-feira, ajudado por entregas de e-commerce, remessas aéreas e manuseio especializado de produtos de saúde, como as vacinas de Covid-19.

A UPS também é negociada na B3 através da BDR (BOV:UPSS34).

Os analistas esperam que a empresa se beneficie do crescimento sustentado do volume, pois as pessoas hoje preferem fazer pedidos online em vez de visitar as lojas devido à disseminação de variantes do coronavírus.

As entregas de produtos de saúde, incluindo vacinas para remessas com monitoramento de temperatura, estão entre as mais lucrativas para a empresa.

Sob a diretora executiva Carol Tomé, a UPS tem controlado os custos e se concentrado em pacotes de alta margem de acordo com sua estratégia “melhor, não maior”.

A receita em sua principal unidade doméstica nos Estados Unidos cresceu 10,2%, enquanto o segmento internacional cresceu 30%, impulsionado pela Europa.

A UPS disse que os aumentos nas taxas e o aumento dos negócios de pequenas e médias empresas devem gerar cerca de metade da margem no principal mercado da empresa nos Estados Unidos.

Excluindo itens, a UPS ganhou US$ 3,06 por ação no segundo trimestre, acima das estimativas dos analistas de US$ 2,82, de acordo com dados do Refinitiv.

A receita total saltou 14,5% para US$ 23,42 bilhões, superando as estimativas de US$ 23,24 bilhões.

Deixe um comentário