Ações da Ulta (ULTA, U1LT34) sobem depois que varejista de beleza registra ganho de 60% na receita

LinkedIn

As ações da Ulta Beauty (NASDAQ:ULTA) negociadas na Nasdaq subiram quase 5% no pregão estendido de quarta-feira (25), depois que a empresa informou que as vendas do segundo trimestre fiscal saltaram mais de 60%, enquanto os clientes corriam para reabastecer suas bolsas de maquiagem.

A Ulta elevou sua perspectiva para o ano inteiro depois de ver o retorno da demanda dos clientes por produtos de beleza.

“Este desempenho reflete a recuperação da categoria de beleza, os investimentos e as escolhas que fizemos no último ano para nos adaptarmos às turbulências do mercado e fortalecer nossa posição de liderança, e os esforços contínuos de nossos associados para oferecer ótimas experiências para nossos visitantes”. disse o CEO Dave Kimbell.

No pregão da quarta-feira, suas ações negociadas na Nasdaq atingiram a maior alta em 52 semanas, a US$ 390,68.

A Ulta Beauty também é negociada na B3 através da BDR (BOV:U1LT34). A U1LT34 subiu 2,6% na quarta-feira, a um último preço de R$ 101,62. O Máximo de 52 semanas da BDR é de R$ 140,29. O Mínimo de 52 semanas é de R$ 59,30.

Veja como a empresa se saiu no segundo trimestre encerrado em 31 de julho, em comparação com o que os analistas entrevistados pela Refinitiv estavam antecipando:

  • Lucro por ação: US$ 4,56 contra US$ 2,59 esperados
  • Receita: US$ 1,97 bilhão contra US$ 1,76 bilhão esperado

O lucro líquido subiu para US$ 250,9 milhões, ou US$ 4,56 por ação, de US$ 8,1 milhões, ou 14 centavos por ação, um ano antes. O lucro líquido ajustado para o segundo trimestre do ano fiscal de 2020 foi de US$ 41,5 milhões. (aumento de 60,2%).

A receita saltou para US$ 1,97 bilhão, ante US$ 1,2 bilhão um ano atrás.

Analistas consultados pela Refinitiv esperavam que a empresa ganhasse US$ 2,59 por ação e uma receita de US$ 1,76 bilhão.

As vendas mesmas lojas da empresa cresceram 56,3% no trimestre. No ano passado, as vendas mesmas lojas caíram 26,7%, devido ao peso da pandemia nas vendas de maquiagem. As vendas mesmas lojas no trimestre foram 13,1% superiores aos níveis de 2019.

A alta na receita foi impulsionada por um aumento de 52,5% nas transações e um aumento de 26,7% em quanto os clientes gastam em média.

Fontes: CNBC, Business Wire, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

Deixe um comentário