Blue Origin de Bezos aciona tribunal federal contra a NASA

LinkedIn

A empresa espacial de Jeff Bezos, Blue Origin, entrou com uma queixa no tribunal federal contra a NASA, continuando seu protesto de que a agência concedeu indevidamente um contrato lucrativo para a SpaceX de Elon Musk no início deste ano.

“Este protesto de licitação desafia a avaliação ilegal e imprópria de propostas da NASA”, escreveram os advogados da Blue Origin em seu processo judicial.

O protesto, apresentado no Tribunal de Reclamações Federais dos EUA na segunda-feira (16), está selado e marca o próximo passo na tentativa da empresa de reverter a decisão da NASA.

A ação da Blue Origin no tribunal ocorre algumas semanas depois que o US Government Accountability Office negou o protesto da empresa, mantendo a decisão da NASA.

A decisão do GAO apoiou o anúncio surpresa da agência espacial em abril de que a  NASA concedeu à SpaceX um contrato de aterrissagem lunar no valor de cerca de US$ 2,9 bilhões. A SpaceX estava competindo com a Blue Origin e a Dynetics pelo que se esperava que fossem dois contratos, antes que a NASA concedesse apenas um único contrato devido a uma alocação inferior ao esperado para o programa do Congresso.

A Blue Origin não desistiu de sua luta para ganhar um contrato no âmbito do programa HLS da NASA, uma das peças-chave finais do plano da agência para retornar astronautas americanos à superfície da lua. Antes da concessão do contrato em abril, a NASA havia distribuído quase US$ 1 bilhão em contratos de desenvolvimento de conceito – com a SpaceX recebendo US$ 135 milhões, a Dynetics US$ 253 milhões e a Blue Origin recebendo US$ 579 milhões.

A ação da empresa no tribunal na segunda-feira ocorre no momento em que a Blue Origin intensificou uma ofensiva de relações públicas contra a NASA usando a nave espacial de próxima geração da SpaceX para pousar astronautas na lua. Em uma série de infográficos comparativos, a Blue Origin enfatizou o “número sem precedentes de tecnologias, desenvolvimentos e operações que nunca foram feitas antes para a nave estelar pousar na Lua”.

A Blue Origin lançou na semana passada um infográfico que acrescentou que Starship é “um veículo de lançamento que nunca voou para a órbita e ainda está sendo projetado”.

Musk, em resposta ao infográfico da Blue Origin, deu sua visão da empresa de Bezos e suas críticas.

“O triste é que, mesmo que o Papai Noel tornasse seu hardware real de graça, a primeira coisa que você gostaria de fazer é cancelá-lo”, Musk escreveu em um tweet.

CapturadeTela2021-08-16às16.31.57

Deixe um comentário