Futuros dos EUA titubeiam após Wall Street pisar no freio

LinkedIn

ÁSIA: As principais bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta terça-feira.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,53%, fechando em 3.243,19 pontos. As ações da desenvolvedora de jogos sul-coreana Krafton chegou a despencar 17% em relação ao preço do IPO em sua estreia no mercado e mais tarde reduziu parte dessas perdas, mas ainda fechou em queda de quase 9%. As ações de empresas ligadas ao conglomerado sul-coreano Samsung também foram destaques de quedas, após o Ministério da Justiça da Coreia do Sul anunciar na segunda-feira que o herdeiro da empresa, Jay Y. Lee, deve ficar em liberdade condicional no final desta semana, de acordo com a Reuters. Samsung Electronics caiu 1,6%, enquanto a Samsung C&T caiu 2,11%.

As ações na China Continental fecharam em alta na terça-feira, ignorando as preocupações com o Covid. O aumento de casos de Covid na China segue monitorado pelos mercados após o país relatar mais infecções esta semana e as cidades serem submetidos em testes em massa. O composto de Xangai saltou 1,01% para 3.529,93 pontos, enquanto o Shenzhen Component ganhou 0,78% para 15.057,59 pontos.

O índice Hang Seng de Hong Kong subiu cerca de 1,23%. A Reuters relatou, citando fontes, que Evergrande está em negociações para vender participações em seus negócios de veículos elétricos e administração de propriedades. As ações da Evergrande Property Services, braço da endividada desenvolvedora chinesa, dispararam cerca de 15,83% e China Evergrande New Energy Vehicle Group avançou 7,2%.

O Nikkei do Japão fechou em alta de 0,24% em 27.888,15 pontos, enquanto o índice Topix avançou 0,36% e encerrar o dia em 1.936,28 pontos. Partes do Japão, incluindo Tóquio, a capital, permanecem sob estado de emergência, pois os casos crescentes de COVID-19 colocam mais pacientes em hospitais já sobrecarregados. As medidas emergenciais estabelecidas pelo governo se concentram em fechar restaurantes à noite e não servir álcool.

O S & P / ASX 200 da Austrália subiu 0,32% para fechar em 7.562,60 pontos, estabelecendo um novo recorde de alta. Uma nota do JPMorgan prevendo um aumento de 30% nos preços do lítio, ingrediente para baterias fez as ações das mineradoras dispararem. Pilbara Minerals fechou em alta de 11%, Orocobre saltou 8,7%, IGO ganhou 2,4% e a Mineral Resources ganhou 2,2%. As ações de produtoras de ouro caíram, apesar de uma leve melhora nos preços após dias de queda, enquanto os mineradores de minério de ferro tiveram um dia mais tranquilo. BHP subiu 0,2%, Fortescue Metals caiu 0,7% e Rio Tinto perdeu 0,5%. As produtoras de petróleo também fecharam em baixa, apesar da recuperação dos preços do petróleo durante o horário asiático. Oil Search caiu 1,5%, Santos recuou 1,6% e Woodside Petroleum perdeu 0,9%.

O índice MSCI para Ásia-Pacífico exceto Japão subiu 0,36%.

EUROPA: As bolsas europeias avançam nesta terça-feira, procurando distanciar de uma abordagem cautelosa vista globalmente no início da semana.

O pan-europeu Stoxx 600 sobe 0,27% no final da sessão matinal, com as ações de viagens e lazer liderando os ganhos, enquanto os bancos caem. O alemão DAX 30 avança 0,17%, o francês CAC 40 sobe 0,08%, o FTSE MIB da Itália adiciona 0,21%, enquanto o IBEX 35 da Espanha cai 0,16%.

Em Londres, o FTSE 100 cai 0,13%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American cai 1,6%, Antofagasta recua 0,5%, BHP perde 1,2% e Rio Tinto perde 0,8%. Entre as produtoras de petróleo, BP e Royal Dutch Shell recuam 0,9% e 0,4%, respectivamente.

A pesquisa sobre o sentimento econômico da ZEW da Alemanha ficou aquém das expectativas por uma margem significativa na terça-feira, caindo de 63,3 em julho para 40,4 em agosto. Economistas ouvidos pela Reuters esperavam uma leitura de 56,7.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam com variações leves, depois que o Dow Jones Industrial Average e o S&P 500 caíram de seus recordes nas negociações regulares de segunda-feira em meio à preocupações com o ressurgimento de novos casos de Covid-19.

Na segunda-feira, o Dow caiu 106,66 pontos, queda de 0,30%, para 35.101,85 pontos. O S&P 500 recuou 0,09%, a 4.432,35 pontos. O Nasdaq Composite subiu 0,16% para 14.860,18 pontos.

As ações de energia lideraram as quedas depois que os preços do petróleo caíram 4% em meio à temores de que uma onda de casos da Covid pudesse levar a uma desaceleração da demanda. Empresas ligadas à recuperação da economia, incluindo a Norwegian Cruise Line e a United Airlines, também caíram.

Os rendimentos dos títulos do Tesouro subiram, apesar dos dados divulgados pelo Departamento do Trabalho mostrarem que as vagas de emprego saltaram para 10,1 milhões no mês de junho, contra os 9,1 milhões esperados pelos economistas. O rendimento do Tesouro de 10 anos subiu para 1,32%, ante 1,28% na última sexta-feira. Os rendimentos dos títulos tendem a se mover com expectativas para a economia e a inflação.

O preço do bitcoin subiu 5% na segunda-feira, seu maior valor desde maio. As ações da AMC saltaram 6,7% após a divulgação de seu relatório de lucros na segunda-feira após o sino de fechamento, relatando uma perda menor do que o esperado. A empresa também anunciou que começaria a aceitar bitcoin em todas as localidades dos EUA neste ano.

A temporada de ganhos continua na terça-feira, com a Coinbase pronta para relatar seu balanço. SoftBank e Sysco também devem relatar seus números trimestrais.

Na agenda econômica, às 9h30 será divulgado o Prelim Nonfarm Productivity que mede a produtividade da mão-de-obra da economia norte-americana, excluída a agropecuária e o Prelim Unit Labor Costs. Este mede a variação no custo total do emprego.

Os empresários americanos estão perdendo a confiança na força da economia e esperam uma desaceleração na criação de empregos, segundo o Small Business Index da NFIB (National Federation of Independent Business) divulgados nesta terça-feira de manhã, que apontou uma queda de caiu 2,8 pontos em relação a junho, para 99,7 em julho, depois de atingir o maior nível desde a eleição de novembro.

Os investidores também aguardam os dados do índice de preços ao consumidor e do índice de preços ao produtor, que medem a inflação e devem sair na quarta e na quinta-feira, respectivamente. Vários palestrantes do banco central, incluindo o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans e a presidente do Fed de Kansas City, Esther George, também são esperados para esta semana. Os investidores estarão atentos em busca de pistas sobre como o Fed está tratando o seu programa de compras de títulos.

ÍNDICES FUTUROS – 7h40:
Dow: -0,04%
SP500: -0,01%
NASDAQ100: +0,14%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -1,33%
Brent: +1,26%
WTI: +1,62%
Soja: +0,64%
Ouro: +0,22%
Bitcoin: -1,34%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra ou venda de ativos.

Deixe um comentário